Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Alívio para os pais

Vigilante da Itaipu salva a vida de bebê engasgada em Foz do Iguaçu; veja vídeo

Redação Bonde com assessoria
02 out 2023 às 18:52
- Arquivo pessoal
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um supervisor de segurança da Itaipu Binacional salvou uma criança engasgada com leite no sábado (30), em Foz do Iguaçu (oeste). Luiz Alberto Fernandes, supervisor da empresa terceirizada da Segurança da Itaipu (Veper), aplicou a manobra de tapotagem, salvando a vida da criança. A ação foi registrada em vídeo por um colega vigilante.


Fernandes, que é de Curitiba, estava em Foz havia três dias quando foi até o Gramadão da Vila A. Ele estava parado ao lado da viatura da Veper quando foi abordado pelos pais da bebê. O pai até tentou aplicar a manobra de desengasgo, mas a criança parou de chorar e ele percebeu que ela ainda precisava de ajuda. Eles foram de carro até a equipe de vigilância em busca de socorro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Portal Bonde (@portalbonde)

Leia mais:

Imagem de destaque
PR-090

Ponte entre Porecatu e Alvorada do Sul será interditada para obras na próxima segunda-feira (26)

Imagem de destaque
Colisão

Trecho de ferrovia em Rolândia deve ser liberado ainda nesta segunda-feira

Imagem de destaque
UEPG

Museu prepara acervo de fotos para exposição sobre o Norte Pioneiro

Imagem de destaque
Atendimento remoto

Com E-Fórum, Paraná terá novos espaços para atendimentos do Judiciário


Depois de o procedimento ser aplicado pelo supervisor, a criança soltou o choro e voltou a respirar, para alívio da família. “Estava no lugar certo, na hora certa. Só pensei na minha filha e joguei tudo o que eu tinha de fé e força. Quando ela chorou, me deu uma sensação indescritível”, disse o vigilante.


Para fazer a manobra de tapotagem, é necessário apoiar o bebê de bruços no antebraço, com a mão segurando a mandíbula, mantendo a cabeça da criança levemente inclinada para baixo, e dar cinco tapas nas costas.


Nestas situações, as pessoas devem pedir orientação para a Polícia Militar, pelo 190. A PM é responsável pelo atendimento de casos emergenciais de socorro rápido.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade