Pesquisar

Canais

Serviços

Gustavo Carneiro/Grupo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Documento

Plano de outorga prevê quatro novas praças de pedágio na região de Londrina

Francielly Azevedo/Especial para a Folha de Londrina
22 nov 2021 às 08:27
Continua depois da publicidade

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) publicou, na última semana, o Plano de Outorga completo das Rodovias Integradas do Paraná, que irão a leilão em 2022. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O documento, com 73 páginas, foi submetido ao aval do Tribunal de Contas da União e reúne o detalhamento de obras, tarifas base e as 15 novas praças do Estado. 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O novo modelo de pedágio será adotado pelos próximos 30 anos e é tratado como a “menina dos olhos” pelo governo de Ratinho Junior (PSD), tendo em vista os escândalos de corrupção envolvendo as atuais concessionárias.  


Apesar do degrau tarifário, que prevê um acréscimo de até 40% no valor do pedágio após a conclusão das obras de duplicação previstas no programa de concessão, e da instalação das 15 novas praças, as estradas do Paraná vão para leilão com um valor 33% menor do que o atual. 


O projeto da ANTT tem 42 praças divididas em 3.368 quilômetros de concessão, com a soma de todos os pedágios em R$ 377,14. Ou seja, o custo fica em R$ 0,11 por quilômetro. 

Continua depois da publicidade


Uma das novas praças fica na PR-445, próximo a Londrina, no acesso a Tamarana, no entroncamento com a BR-376, a Rodovia do Café. Saiba mais na Folha de Londrina.


Continue lendo