Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Estelionatários

Desbaratada quadrilha que aplicava golpes em aposentados

Redação Bonde
08 nov 2007 às 10:09
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) prendeu quatro integrantes de uma quadrilha acusada de aplicar golpes contra aposentados para conseguir empréstimos bancários. Com o grupo, que vinha agindo há mais de dois anos em todo o Estado e em alguns municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os policais apreenderam mais de uma centena de documentos falsos.

O delegado-chefe da DEDC, Marcus Vinícius Michelotto, explica que os integrantes da quadrilha visitavam as casas de idosos passando-se por vendedores. Oferecendo produtos como filtros de água, eles coletavam todos os dados das vítimas, inclusive conseguindo fotocópias de documentos, para o preenchimento de um suposto cadastro. Com as informações em mãos, o grupo confeccionava carteiras de identidade falsas, que continham o nome dos aposentados, mas com fotos dos golpistas. Assim, conseguiam abrir contas em bancos e obter empréstimos em nome dos idosos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


''Temos boletins de ocorrência registrados em vários municípios e por isso é difícil calcular o quanto a quadrilha lucrou com o golpe'', disse o delegado. ''Mas por termos apreendido mais de uma centena de documentos frios, já temos uma idéia de que o prejuízo tenha sido grande'', acrescentou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Menina de 14 anos

Idoso é preso após estuprar adolescente em Cornélio Procópio

Imagem de destaque
Com 302 quilos de droga

Após se envolver em acidente, adolescente é apreendido com maconha na região de Cianorte

Imagem de destaque
Menina de 11 anos

Três pessoas são presas por desviar dinheiro de tratamento de criança com câncer no PR

Imagem de destaque
Região de Maringá

Ex-sogro dispara tiros contra homem e é preso em Sarandi


Na terça-feira, as investigações da DEDC levaram à prisão de quatro pessoas em Curitiba: Silvia Sofia Pereira Ramirez, 47 anos; Silvana Vicelli, 43 anos; Edison Luis dos Santos, 43 anos; e Clodoaldo Sobral da Silva, 40 anos, apontado como o líder do grupo. De acordo com o delegado, Silva é natural de Ribeirão do Pinhal, no Norte do Estado, e teria aplicado uma série de golpes contra idosos no município e região.

Publicidade


Os quatro acusados foram autuados em flagrante por estelionato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e formação de quadrilha. Duas mulheres presas anteriormente também fazem parte do grupo: Adriana Santana Sobral da Silva, esposa de Clodoaldo, e Ivone Aparecida Loures.


Michelotto recomenda que as pessoas nunca forneçam documentos ou dados pessoais a vendedores sem verificar para qual empresa trabalham. As vítimas poderão ''limpar'' seus nomes e recuperar possíveis prejuízos com a comprovação das falsificações.

Folha de Londrina


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade