Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Com ajuda de policiais

Gaeco denuncia quatro pessoas por lavagem de dinheiro em esquema de jogos de azar

Redação Bonde com MPPR
27 set 2023 às 16:50
- PM
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), denunciou quatro pessoas nesta quarta-feira (27) pelo crime de lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Imperium, deflagrada em julho. A denúncia tramitará na Vara Criminal de Ibiporã.


Conforme as investigações, que tiveram início em maio deste ano, foi descoberta a atuação de um grupo criminoso responsável pela exploração de jogos de azar (máquinas caça-níqueis) em diversos municípios paranaenses e paulistas. Para a prática dos ilícitos, os integrantes da organização criminosa contavam com o respaldo de policiais militares e civis, que recebiam vantagens indevidas (propina) para permitirem ou participarem do funcionamento do esquema.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


As apurações sobre a lavagem de dinheiro demonstraram que os recursos oriundos dos crimes eram “lavados” a partir de empresas do ramo de venda de tintas estabelecidas em Londrina, além de uma empresa fantasma constituída para esse fim.

Leia mais:

Imagem de destaque
PR-092

Motociclista morre ao bater contra caminhão em Siqueira Campos

Imagem de destaque
Após oito anos

Homem que tentou atear fogo na ex-companheira vai a júri em Londrina

Imagem de destaque

Casal é detido por tentar matar homem por R$ 800 de dívida com o tráfico

Imagem de destaque
Condutor fugiu

Polícia apreende quase 100 kg de maconha em Jaguapitã


Além da condenação pelos crimes de lavagem de dinheiro – que teriam sido praticados reiteradas vezes – o Ministério Público requer o perdimento dos produtos dos crimes ou do seu equivalente, no montante de R$ 10.910.106,53, além de fixação de danos materiais e morais.


Imagem
Polícia Federal deflagra operação contra quadrilha acusada de golpes em caixas eletrônicos
A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (27), a Operação Derelicta, que tem como objetivo investigar uma quadrilha de criminosos responsáveis por aplicar golpes em terminais de autoatendimento bancário.
Receba notícias do Bonde no Whatsapp/Telegram e fique por dentro de tudo!
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade