Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
PF, PRF e Senasp

Mais de 1,4 mil armas são apreendidas por órgãos federais no Paraná em 2023 e 2024

Reportagem Local
20 jun 2024 às 10:15
- Divulgação/PMPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Paraná é a segunda Unidade da Federação em que mais armas de fogo ilegais foram apreendidas pelos órgãos federais de segurança pública desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


De janeiro do ano passado a abril de 2024, 1.466 itens foram retirados de circulação no estado pela PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Considerando somente 2023, foram 1.177 apreensões no Paraná, um aumento de 36,07% em relação a 2022, quando 865 armas foram retiradas de circulação pelas forças federais. Os dados estão disponíveis no ComunicaBR, plataforma de transparência ativa do governo federal.

Leia mais:

Imagem de destaque
Soco na boca

Adolescente de 12 anos gasta R$ 2.000 em jogo online e agride a mãe em MG

Imagem de destaque
Sem licença ou origem legal

Polícia Ambiental orienta como fazer a devolução voluntária de animais silvestres

Imagem de destaque
Total de R$ 800 furtados

Homem é preso por furtar 20 quilos de carne de creche pública no Vale do Ivaí

Imagem de destaque
Acusado perseguiu a vítima

Homem ameaça ex-namorada e envia vídeo íntimo para patroa da vítima em Apucarana


Em todo o país, 13.340 armas de fogo foram apreendidas pela PF, PRF e Senasp, entre janeiro de 2023 e abril de 2024. Somente no ano passado, foram 10.935 apreensões, um incremento de 28% em relação a 2022 (8.466). E, nos quatro primeiros meses deste ano, mais 2.405.

Publicidade


O diretor de Operações Integradas e de Inteligência da Senasp, Rodney Silva, explica que os números registrados em 2023 e 2024 decorrem do aumento da fiscalização e das ações operacionais da PF, da PRF e das polícias militares e civis dos estados.


“O foco tem sido a prevenção das ocorrências de crimes mais graves, como mortes violentas intencionais, crimes passionais e o crime organizado, que se aproveita desse comércio ilegal de armas e, consequentemente, fortalece o tráfico de drogas, o tráfico de armas propriamente dito, tomadas de cidade e outros crimes violentos”, afirma Silva.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Mais de 1,4 mil armas são apreendidas por órgãos federais no PR
No Paraná, 1.466 armas ilegais foram apreendidas de 2023 a 2024, com aumento de 36,07% em relação a 2022, segundo dados do ComunicaBR.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade