Pesquisar

Canais

Serviços

Marcos Zanutto
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
No centro de Londrina

Mulher sofre descarga elétrica após forte chuva

Giovanni Porfírio - Redação Bonde
18 out 2018 às 10:13
Continua depois da publicidade


Uma mulher 59 anos ficou ferida depois de pisar em uma tampa de ferro da galeria de água pluvial, no cruzamento das ruas Espírito Santo com João Cândido, no centro de Londrina. O caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (17), após a forte chuva que atingiu a cidade. Ao ter contato com o local, ela acabou levando um choque elétrico, já que a suspeita é de que os fios subterrâneos do semáforo estariam desencapados e tenha a energia conduzida pela água da chuva.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Ela teve queimaduras nas pernas, foi atendida por uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e levada para o Hospital Evangélico, onde passou por exames. Segundo a assessoria do hospital, ela teve alta por volta da meia-noite desta quinta-feira (18) e toma medicamentos para controlar a dor. O local onde ocorreu o incidente continua interditado pelo Corpo de Bombeiros.

Continua depois da publicidade


LEIA MAIS: A FOLHA está percorrendo a cidade para verificar os danos provocados pela chuvarada da tarde de quarta-feira (17).


Serviço de telefonia

Continua depois da publicidade


Os serviços de telefonia e internet também foram prejudicados com a chuva de ontem. Em nota, a assessoria de imprensa da Sercomtel informou que por conta da tempestade, 20 mil clientes ficaram desconectados. Porém, até o início da manhã desta quinta-feira (17), 12 mil clientes já tinham os serviços restabelecidos. Outros 8 mil ainda aguardavam o retorno devido à falta de energia nas residências ou empresas ou problemas na rede.

Já em relação aos telefones fixos, cerca de 3 mil telefones fixos ficaram sem serviços e até a manhã de hoje, restavam 2 mil clientes. "Todo o quadro técnico de empregados da operadora foi acionado desde ontem e estão trabalhando para normalizar a rede em menor tempo possível", diz a nota.


Continue lendo