Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/Polícia Civil
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Em Assaí

Polícia prende suspeito de participar de latrocínio na RML

Daniel Muniz - Estagiário*
05 set 2019 às 10:41
Continua depois da publicidade

A PM (Polícia Militar) prendeu um jovem de 21 anos suspeito de participar do latrocínio ocorrido em Assaí (Região Metropolitana de Londrina) na terça-feira (3). O rapaz, que tinha saído da prisão da cidade em julho deste ano, foi preso em flagrante na tarde de quarta (4).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O delegado da Polícia Civil de Assaí, Felipe Akio de Souza Hirata, afirma que o suspeito não confessou o crime, mas apresentou indícios da autoria. "Logo após o latrocínio, mais de 50 policiais iniciaram diligências para encontrar os autores do latrocínio. O suspeito em questão foi abordado pela PM e tentou fugir, mas foi capturado pelos oficiais", afirma.

Continua depois da publicidade


Na residência do jovem, foram encontradas roupas manchadas de barro e sangue e celulares com mensagens suspeitas. Ele chegou a apresentar versões conflitantes aos policiais e, por fim, resolveu ficar em silêncio, de acordo com o delegado.


"Pedi para converter a prisão do suspeito em prisão temporária e agora ficamos aguardando a decisão do Poder Judiciário enquanto continuamos as diligências para encontrar os outros suspeitos", acrescenta Hirata.


O caso

Continua depois da publicidade


No início da noite de terça (3), a PM atendeu uma ocorrência de roubo de um veículo GM Corsa cinza e uma moto na zona rural de Jataizinho (Região Metropolitana de Londrina).


Segundo o relato da vítima aos policiais, três homens, um deles armado, a amarraram e fugiram com os veículos roubados. A moto seria abandonada posteriormente e o trio seguiria a fuga com o Corsa.


Ao chegar na área rural de Assaí, de acordo com o delegado, os suspeitos teriam percebido que a gasolina do veículo estava acabando. Eles entraram no sítio de Oscar Kiyoshi Ozeki, de 59 anos, roubaram sua caminhonete, uma Toyota Hilux preta, e o fizeram de refém.


"Provavelmente houve um desentendimento entre o refém e os suspeitos em algum momento e ele foi alvejado por um único disparo na cabeça", diz o delegado de Assaí.


Então, os suspeitos abandonaram a caminhonete e esconderam o corpo de Ozeki em uma plantação.


A PM fez um cerco na região de Jataizinho e Assaí e encontraram a caminhonete abandonada e o corpo da vítima escondido a cerca de 20 metros do veículo.


"Assaí não registrava um latrocínio há muito tempo. É um crime chocante e a polícia está mobilizada para prender os suspeitos", declara Hirata.

(*Sob supervisão de Luís Fernando Wiltemburg)


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade