Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Quatro dias no cativeiro

Idoso sequestrado em Londrina é resgatado; criminosos exigiam R$ 1 milhão

Redação Bonde com PCPR
15 mai 2024 às 11:30
- Fábio Dias / EPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um idoso de 87 anos foi resgatado de um cativeiro em que foi mantido por quatro dias como forma de extorquir a família para o pagamento de R$ 1 milhão em resgate, em Londrina, nesta terça-feira (14). O sequestro ocorreu no sábado (11). Os sequestradores estão sendo procurados.


As investigações, que começaram com a Polícia Civil em Londrina, teve o envolvimento do Tigre (Grupo Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial). De acordo com o delegado Thiago Teixeira, durante a negociação, os criminosos ameaçaram agredir e matar a vítima caso o valor não fosse pago pela família.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


As investigações apontaram, segundo a Polícia Civil, que a motivação do crime está ligada a uma dívida que um dos suspeitos teria contraído com um agiota, que o estava ameaçando de morte caso não quitasse.

Leia mais:

Imagem de destaque
Norte Pioneiro

Preso acusado de invadir asilo e estuprar idosa em Andirá

Imagem de destaque
Veículo apreendido

Homem é preso com mais de 200 quilos de maconha em Sertanópolis

Imagem de destaque
Polícia investiga o caso

Homem é deixado em hospital e morre na porta de entrada em Ibiporã

Imagem de destaque
Operação conjunta

Preso em SP homem acusado de ter estuprado criança em 1998 em Apucarana


“Com o avanço das investigações, foi verificado que a vítima foi atraída até uma residência para negociar a venda de uma mesa e, chegando no ponto de encontro, foi informada que o comprador estava em outro local. Durante o trajeto para o novo endereço, o idoso foi informado que se tratava de um sequestro e permaneceu por quatro dias no cativeiro”, explica Teixeira.


Imagem
Polícia Civil prende suspeitos de matar casal a tiros por engano no Paraná
Dois suspeitos, de 20 e 26 anos, foram presos temporariamente nesta terça-feira (14) pela morte de um casal encontrado morto na própria cama no dia 30 de setembro de 2023, em Ponta Grossa, no Paraná.


Imagem
Vítimas da tragédia em Brumadinho autorizam repasse de R$ 2,2 milhões para o Rio Grande do Sul
Parte dos recursos pagos pela mineradora Vale a título de indenização pelo dano moral coletivo gerado na tragédia em Brumadinho será destinado ao Rio Grande do Sul. As vítimas do rompimento da barragem, ocorrido em janeiro de 2019,
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade