Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Inadimplentes

Apenas 42 mil eleitores regularizaram situação

Redação Bonde/Folha de Londrina
01 abr 2007 às 14:37
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Até agora apenas 42.035 dos 1.896.813 eleitores inadimplentes procuraram os cartórios eleitorais para a regularização do título eleitoral -o prazo para regularizar a situação acaba no dia 26 de abril. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 1.854.778 eleitores ainda estão inadimplentes.

As pessoas quem não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições consecutivas - o Referendo de 2005 e o 1º e 2º turno das eleições gerais de 2006- estão em débito com a Justiça Eleitoral e correm o risco de ter o título cancelado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em 2003, ano seguinte às eleições gerais de 2002, foram verificados 2.247.892 títulos irregulares. Destes, apenas 95.906 eleitores compareceram aos cartórios para evitar o cancelamento e 2.151.986 títulos foram cancelados.
Estados - No Estado de São Paulo, onde há o maior número inadimplentes (eram 381.655), houve a maior procura para a regularização de títulos: 9.701 eleitores já compareceram aos cartórios.

Leia mais:

Imagem de destaque
Tecnicamente empatados

Pré-candidatos fazem avaliação do resultado de pesquisa para a Prefeitura de Londrina

Imagem de destaque
Interesses

Oposição do Palmeiras fala em conflito e cita Barueri

Imagem de destaque
Entenda

Bolsonaro pede indenização de R$ 50 mil a Boulos por falas sobre Marielle

Imagem de destaque
Contratados sem concurso

Assembleia Legislativa aprova projeto que pode triplicar vencimentos de comissionados


Em segundo lugar está Minas Gerais - dos 217.053 faltosos, 5.450 ficaram regulares. No Paraná, dos 99.918 eleitores com títulos em risco, 2.862 procuraram os cartórios; no Rio, compareceram aos cartórios 2.690 dos 160.011 inadimplentes.


Já os Estados em que houve a menor procura para a regularização foram Roraima (apenas 172 dos 7.044 inadimplentes), Acre (186 dos 9.252 irregulares), Sergipe (290 dos 16.891 inadimplentes) e Amapá (324 dos 9.757 irregulares). No exterior, apenas 63 dos 5.744 eleitores com títulos em risco ficaram em situação regular.

A relação dos nomes dos eleitores faltosos está afixada nos cartórios eleitorais. Além disso, o eleitor também pode verificar a situação de seu título por meio da internet, na página do TSE (www.tse.gov.br).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade