Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Verticalização da cidade

Quase 30% dos londrinenses moram em apartamentos

Celso Felizardo e Simoni Saris - Folha de Londrina
23 fev 2024 às 16:36
- Sérgio Ranalli/Arquivo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Praticamente três em cada dez londrinenses moram em apartamentos, de acordo com dados do "Censo 2022: Características dos domicílios - Resultados do Universo", divulgados nesta sexta-feira (23), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que apontam que dos 29 mil domicílios existentes na cidade, 142 mil são casas e 61 mil apartamentos. 


Segundo o estudo, a taxa de moradores em apartamentos em Londrina é de 29,61%, atrás apenas de Curitiba (33,64%) no Paraná. O ranking estadual segue com Maringá (29,11%), São José dos Pinhais (23,04%) e Cascavel (21,37%) nas primeiras cinco posições. No top 10 ainda aparecem Pato Branco (15,81%), Toledo (15,85%), Francisco Beltrão (15,81%), Dois Vizinhos (15,31%) e Pinhais (14,58%). 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A verticalização, que se acelerou e se descentralizou em Londrina nas últimas duas décadas, tem como principal frente de expansão a zona sul. Além do boom da construção na Gleba Palhano, outros bairros vizinhos engrossam as estatísticas. Mais recentemente, a zona leste de Londrina também viu os espigões tomarem o panorama que era composto exclusivamente por casas e chácaras. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Localizado em Paranavaí

Maior núcleo genético de suínos da América Latina começa a comercializar animais

Imagem de destaque
Exposição da flora

'Flor morcego', da Tailândia, é um dos destaques da ExpoLondrina

Imagem de destaque
Obituário

Falecimentos dos dias 13 e 14 de abril de 2024 em Londrina e região

Imagem de destaque
Lançamento

'Dark Matter', novo álbum do Pearl Jam, é manifesto contra a passagem do tempo


Na classificação por estados, o Distrito Federal lidera, com 34,23%, seguido por Rio de Janeiro (22,23%), Santa Catarina (21,79%), São Paulo (19,97%) e Espírito Santo (19,04%). O Paraná aparece na oitava colocação, com 13,23%. 


Leia mais na Folha de Londrina. 


Imagem
Quase 30% dos londrinenses moram em apartamentos
Apesar de figurar acima das médias nacional e estadual, entre 12% e 13%, cidade não aparece entre as primeiras posições no país
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade