Pesquisar

Canais

Serviços

- Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Escolha o ideal para a sua casa

Qual é a diferença entre ducha e chuveiro?

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
28 set 2021 às 15:07
Continua depois da publicidade

Seja para começar bem o dia ou após uma jornada cansativa, o banho é um dos momentos mais importantes do dia, afinal, um bom banho ajuda a relaxar e tirar todo o estresse do cotidiano.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Para que nada atrapalhe este momento de bem-estar, é importante conhecer as características de duchas e chuveiros para escolher o modelo que melhor atende aos gostos e necessidades de uma residência.

Continua depois da publicidade


A Fani Metais e Acessórios explica abaixo qual é a diferença entre ducha e chuveiro e o que você pode levar em conta para escolher por um ou pelo outro:


Qual é a principal diferença entre ducha e chuveiro?

Continua depois da publicidade


Digite aqui seu texto...As diferenças entre ducha e chuveiro já começam na instalação. Para instalar um chuveiro, é necessário contar no ambiente com pontos de água e de energia para alimentar a resistência acoplada ao produto. Nos chuveiros a água entra pela parede fria, passa pela resistência do chuveiro e desce aquecida.


A ducha exige a apenas a conexão com a saída de água, no entanto, para ter água aquecida, é necessário que o local possua um sistema de aquecimento próprio – a gás ou solar, por exemplo.


Pressão d’água


Outra diferença importante entre os dois é como eles lidam com a pressão d’água. A maioria dos modelos convencionais de chuveiro não suportam condições elevadas de pressão, por isso, eles já vêm com um redutor instalado.


Essa peça tem uma entrada de água maior de um lado, mas a saída é pequena, o que reduz a vazão. Isso está relacionado com a resistência dos chuveiros, porém já existem modelos no mercado que suportam uma pressão maior, alguns até mesmo com um pressurizador acoplado.


Por outro lado, nas duchas, é preciso prestar ainda mais atenção com a medida de metro de coluna d’água (mca) da casa ou apartamento, ou seja, a pressão gerada pela diferença entre a altura da saída de água e o reservatório – cuidado para não considerar a distância da saída de água até o piso (ou o solo).


Economia


Se gastar menos é um fator que pode influenciar na decisão, as duchas costumam ser mais econômicas no consumo de energia, e consequentemente, no preço da conta de luz, uma vez que utilizam o sistema de aquecimento presente no imóvel e não necessitam de energia elétrica específica para o uso dela como ocorre nos chuveiros.


No entanto, em alguns modelos de chuveiros, pode ser maior a economia de água, pois os sistemas a gás ou solar utilizados pelas duchas, às vezes, demoram um pouco mais para atingir a temperatura ideal, necessitando que a água fique aberta por mais tempo.


Além disso, os sistemas de aquecimento a gás ou solar exigem vistorias e manutenções preventivas para evitar acidentes.


Design diferenciado


As diferenças entre ducha e chuveiro já começam na instalação. Para instalar um chuveiro, é necessário contar no ambiente com pontos de água e de energia para alimentar a resistência acoplada ao produto. Nos chuveiros a água entra pela parede fria, passa pela resistência do chuveiro e desce aquecida.


A ducha exige a apenas a conexão com a saída de água, no entanto, para ter água aquecida, é necessário que o local possua um sistema de aquecimento próprio – a gás ou solar, por exemplo.


Continue lendo