Pesquisar

Canais

Serviços

Carlos Piratininga
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Tudo em ordem

Sapateiras em casa: a melhor forma de organizá-las

Redação Bonde com assessoria de imprensa
13 jan 2022 às 16:50
Continua depois da publicidade

Um lar limpo e organizado faz toda diferença na nossa rotina, mas nem sempre vem a vontade de arrumar tudo. Portanto é sempre bom pensar na praticidade para conseguir manter a organização sem muito trabalho. Para isso a sapateira é uma ótima opção, com a proposta de deixar tudo em seu devido lugar, elas são móveis, versáteis e nossos calçados estão ali para ser encontrados de forma rápida.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Seja localizada no dormitório, no closet, na área de serviço (para guardar os pares limpinhos) ou até mesmo hall de entrada, a escolha da sapateira é decisiva para a organização geral da casa. Além de manter tudo em ordem, também protege nossos sapatos de diversas situações como, por exemplo, de um cachorrinho sapeca que gosta de comer sapato ou de uma criança que ama pintar tudo que encontra.

Pensando nisso, as arquitetas Bianca Atalla e Fernanda Mendonça, sócias no escritório Oliva Arquitetura e Cristiane Schiavoni, prepararam algumas dicas sobre como escolher e organizar as sapateiras. Confira!

Continua depois da publicidade

 

Começando pela melhor localização para a sapateira. De acordo com as arquitetas, isso pode variar dependendo do tamanho do móvel e do estilo de sapatos que vão dentro dele. Quando são sapatos sociais, mais delicados, é indicado a instalação no closet. Dessa forma, ficarão mais protegidos de danos e será mais fácil para montar os looks já que os sapatos ficarão perto das roupas.

 

Para sapatos mais esportivos, como tênis de corrida e chuteiras de futebol, o recomendado é que o cantinho seja montado na área de serviço. Assim, se tonar mais fácil a limpeza desses sapatos e não precisamos levar sujeira para outros cômodos da casa. Se possível, é legal ter duas sapateiras em casa, dessa forma uma fica para os sapatos mais importantes e delicados e outra fica para os sapatos mais usados no dia a dia e que ficam constantemente sujos.

 

Para a escolha do modelo da sapateira, é preciso pensar se quer uma peça pronta ou uma feita por medida. Cada tipo de sapato demanda um espaço diferente, portanto essa é uma qualidade de fazer a sapateira com medidas específicas, o sapato vai caber perfeitamente. 


Geralmente para sapatilhas, rasteirinhas e chinelos, a altura pode ser de 10 cm, enquanto que tênis, sapatos sociais e de salto se ajustam melhor em uma altura de 15 cm. Para as botas, de 35 e 45 cm é o ideal para comportar a altura média dos canos dos calçados. No que se refere à profundidade, a referência é considerar um vão de 40 cm.


No que diz respeito à ordenação dos sapatos, a dica é deixar acessível, e em prateleiras mais baixas, aqueles utilizados com mais frequência. Nesse pensamento organizacional, vale também separar os calçados sociais ou delicados dos esportivos como medida protetiva para evitar sujeiras e danos naqueles que são mais delicados.


Outra questão importante é o cheiro da sapateira, afinal ninguém gosta de um móvel com cheiro de chulé. É comum não lavarmos os calçados com tanta frequência igual lavamos roupas, mas é necessário ter alguns cuidados como deixar eles em um lugar arejado antes de guardar ou então, se possível, ter sapateiras abertas, ou com portas de madeira ripada. Se a sapateira se encontra dentro do closet, a melhor opção é a limpeza imediata após o uso, assim eles não levam o odor para as roupas.

Continue lendo