Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução//Pinterest
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Paisagismo

Veja como cuidar do ciclanto e da costela-de-adão

Redação Bonde
31 out 2017 às 15:51
Continua depois da publicidade

O ciclanto é uma planta que algumas pessoas gostam de ter em seus jardins. Com folhas largas e aspecto amassado, essa planta forma belos maciços verdes no quintal. O ciclanto pode chegar a 1,80 m de altura. Pode ser cultivada em vasos em áreas internas, mas seu visual é mais interessante formando maciços junto a muros. Não é preciso podar, basta retirar as folhas secas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Exige meia-sombra, pois a luz direta queima suas folhas. A umidade do solo é essencial para esta variedade, então faça uso de forrações. Não tolera temperaturas muito baixas.

Continua depois da publicidade


A costela-de-adão também é uma planta da moda nos jardins. Trata-se de uma trepadeira de caule lenhoso e crescimento vertical vigoroso. Não é recomendável ter essa planta em muros porque a pintura, reboco ou chapisco podem ser danificados.



O paisagismo dessa planta se caracteriza pela beleza de suas grandes folhas que lembram o formato de um coração. Atenção: as folhas e o caule secretam um látex tóxico que pode ocasionar náuseas, vômitos e cólicas. Ao manusear, tome as precauções de praxe: use luvas e não leve partes da planta à boca e aos olhos, e não permita que crianças e animais domésticos fiquem próximos da costela-de-adão.


A planta não necessita de muitos cuidados e se adapta bem aos ambientes. A costela-de-adão é planta de meia-sombra, por isso é ideal para ambientes onde a incidência de raios solares seja indireta ou quase nula. Suporta bem baixas temperaturas e pode ser plantada em vasos e cachepôs usando-se uma estaca de tutoramento.

Continua depois da publicidade

(Com informações da Casa & Jardim e do site Jardim e Paisagismo)


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade