Pesquisar

Canais

Serviços

Trama vale umas duas ou três leituras - REPRODUÇÃO
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Mistérios no Brasil pré-Copa

22 fev 2010 às 14:53
Continua depois da publicidade

''Joquempô'', quadrinho dos brasileiros Rogério Vilela e Nelson Cosentino, intriga o leitor em trama que se passa em um futuro próximo

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Curitiba - Os brasileiros têm se dado muito bem no ramo da ilustração de quadrinhos nos últimos anos, o País tornou-se um celeiro atualmente bem ativo e diversificado. O que ainda nos falta em abundância são bons roteiristas. Por isso, quando algum se destaca vale a pena ler o material. Essa é a razão pela qual ''Joquempô'', da Devir Livraria, merece uma atenção especial.

Continua depois da publicidade


A trama se passa no Brasil de 2014, já às vésperas da Copa do Mundo. São Paulo se vê parcialmente controlada pela organização criminosa Primeiro Comando da Capital e algo parecido com o atacante Ronaldo comanda a Seleção Brasileira. Nesse cenário vive o quadrinhista Marcel, que, depois de uma viagem pelo metrô paulista, percebe uma estranha conexão de fatos.


A história segue na conversa entre Marcel e seu divertido amigo, Reali, que tenta ajudar o protagonista a preencher os pontos do mistério que começa a se desenhar durante o intrincado roteiro de Rogério Vilela, conhecido por ser, entre outras funções, um dos criadores da produtora de animação Mundo Canibal, aquela da ''Avaiana de Pau''.

Continua depois da publicidade


Vilela sai do lugar-comum ao buscar uma linguagem coloquial em narrativa fluída, cheia de referências atuais, em meio às informações aparentemente desconexas da trama. A grande sacada do autor é propor um jogo de interpretação por meio de ricos detalhes, o que obriga uma segunda ou terceira leitura.


Os desenhos de Cosentino não chegam a ser espetaculares mas cumprem bem a função de levar a história em ritmo fácil e constante, sem quebras abruptas ou cadência desnecessária. Talvez o fato de não ter ilustrações tão chamativas seja o que destaca o roteiro de Vilela. A edição da Devir é caprichada e vem com uma capa bastante interessante.



TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA


O clássico de Lima Barreto é uma das leituras obrigatórias na grade escolar por ser uma referência do pré-modernismo na cultura brasileira. Discutiu em folhetins do início do século XX os valores nacionais e os ideais políticos dos primeiros passos da república tupiniquim. Ainda assim, muita gente atravessa o ginásio e o colegial sem sequer saber quem foi Barreto ou Quaresma. A adaptação em quadrinhos pode ser uma boa solução para esse problema.


''Triste Fim de Policarpo Quaresma'', adaptado pelos gaúchos Flávio Braga e Edgar Vasques, faz parte do selo Grandes Clássicos em Graphic Novel, da Desiderata, que anteriormente, pela Agir, já havia lançado ''O Alienista'' e ''Pagador de Promessas''. O objetivo, além de didático, é revigorar clássicos por meio da linguagem dos quadrinhos, numa espécie de homenagem aos grandes autores.


O quadrinho resume a obra original de forma mais descontraída. O roteirista Flávio Braga buscou na excêntrica personalidade de Policarpo Quaresma um tom cômico para narrar o clássico. Os desenhos aquarelados de Edgar Vasques, consagrado nos jornais com o personagem ''Rango'', caem como uma luva no texto e realmente chamariam a atenção de qualquer guri indisposto a encarar o livro original.


Diferente de muitas adaptações literárias feitas em quadrinhos com fins didáticos, esta edição da Desiderata valoriza a obra original e respeita características próprias da linguagem dos quadrinhos. O formato e o papel são adequados para a arte e há uma preocupação com os detalhes, como a fonte e os balões, que encaixam perfeitamente com a narrativa, o design da página e os desenhos de Vasques. O resultado é uma obra que ensina e também merece ficar ali na estante, do lado do livro de Barreto.



SERVIÇO


-''Joquempô'' tem 52 páginas coloridas no formato 16,5 x 24 cm e custa R$ 19,50.


- ''Triste Fim de Policarpo Quaresma'' tem 60 páginas no formato 21 x 28 cm, a R$ 44,90.


O material citado acima pode ser encontrado em Curitiba na Itiban Comic Shop (Av. Silva Jardim, 845). O telefone de lá é (41) 3232-5367.

A maior parte dos textos publicados nesta coluna foi publicada na Folha de Londrina, tanto na versão impressa quanto na virtual.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade