Pesquisar

Canais

Serviços

Sétimo volume da nova edição de Calvin no Brasil é uma das mais engraçadas de toda a coleção - Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Temporada começa cheia de risos com Calvin

08 fev 2010 às 12:52
Continua depois da publicidade

''Deu 'Tilt' no Progresso Científico'' cura ressaca de Ano-Novo e a melancolia presente nas histórias lançadas neste verão

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Curitiba - Janeiro é o mês para os fãs do Calvin e Haroldo no Brasil. A Conrad Editora aproveita o período de férias e de pouca movimentação nas prateleiras para lançar a sétima edição da coleção de Bill Waterson, que, segundo a editora, será toda publicada por aqui. ''Deu 'Tilt' no Progresso Científico'' é um bom ponto de partida para os não iniciados na leitura do personagem e é considerado por muitos leitores o melhor volume da gibiteca de Waterson.

Continua depois da publicidade


Em ''Deu 'Tilt' no Progresso Científico'', Calvin mais uma vez está com preguiça de seus afazeres escolares e por isso inventa um máquina capaz de alterar a realidade. São sequências hilárias, que ficaram marcadas para sempre na história do personagem, como o momento em que Calvin perde a gravidade terrestre; quando se transforma em um elefante ou destrói seu colégio ao se metamorfosear em um dinossauro.


Como em todos os volumes, os desenhos são sensacionais, feitos com extrema leveza, a partir de esboços bem soltos, o que garante movimento na dinâmica narrativa de Bill Waterson. As transformações na máquina/caixa de papelão rendem discussões muito engraçadas entre Calvin e sua mãe.

Continua depois da publicidade


A edição vem em bom momento, já que muitas publicações de destaque no final de ano (como ''Jimmy Corrigan''), apesar de excelentes, vinham oferecendo opções de leitura um pouco tristes para o verão. E, para curar a ressaca de Ano-Novo e a melancolia, nada melhor que a diversão de ver Waterson se transformar em um guri hiperativo. A Conrad tem colocado dois volumes de Calvin nas prateleiras por temporada e por isso espera-se mais um ainda em 2010.



DC COMICS


O que de melhor sai por aqui nas revistas mensais da editora de Batman, Superman e cia. é também o que tem sido destaque lá fora nos últimos três anos. ''Dimensão DC: Lanterna Verde'', publicada pela Panini Comics, segue com a "Guerra da Luz" entre as diversas tropas de lanternas, antes da chegada da saga ''A Noite Mais Densa''.


Na edição nacional, a de número 17, acompanha Atrócitus, um Lanterna Vermelho, castigando Sinestro, um ex-Lanterna Verde, agora com sua amarela Tropa Sinestro. Nessa briga colorida, o Lanterna Verde Hal Jordan encontra com os Lanternas Azuis, guiados por rostos conhecidos.


Apesar de parecer confusa, as séries do Lanterna Verde são autocontidas e estão resgatando o lado espirituoso de Hal Jordan e o tema sci-fi de aventura que fez a cabeça dos fãs na década de 70. De quebra, o escritor Geoff Johns está reinventado a mitologia dos Lanternas com novos elementos, desenhados de maneira exuberante pelo brasileiro Ivan Reis.


Não à toa, a série dos Lanternas tem colocado a DC Comics na primeira posição do ranking de vendas lá fora, o que vem acontecendo com frequência nos últimos anos. E a razão é justamente esta briga colorida que vem acontecendo nas histórias publicadas aqui também.


Outro destaque da DC nas prateleiras tupiniquins é o encerramento de ''Crise Final'', que não foi muito alardeada porque nem mesmo nos Estados Unidos ganhou popularidade. Os temas metafísicos do escritor Grant Morrison, que apostou em uma narrativa não-linear e perverteu os padrões comerciais de histórias de super-heróis, não teve muito sucesso desta vez.


Apesar do fracasso comercial e de público, Morrison ainda agrada porque defende bem seu material e sempre tem uma boa cartada na manga. Além das especulações sobre o que acontece com Batman em ''Crise Final'', o autor deixa algumas pontas soltas que devem (e vão) render surpresas interessantes em breve.


Serviço


- ''Calvin & Haroldo - Deu Tilt no Progresso Científico'' tem 128 páginas coloridas e em preto-e-branco no formato 21,5 x 21,5 cm, a R$ 29,90.
- ''Dimensão DC: Lanterna Verde'' tem 128 páginas coloridas no formato americano (17 x 26 cm) e custa R$ 7,95.
- ''Crise Final nº 7'' tem 44 páginas formato americano e custa R$ 5,50.


O material citado acima pode ser encontrado em Curitiba na Itiban Comic Shop (Av. Silva Jardim, 845). O telefone de lá é (41) 3232-5367.


A maior parte dos textos publicados nesta coluna foi publicada na Folha de Londrina, tanto na versão impressa quanto na virtual.





Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade