Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Não é mito!

As dores realmente aumentam no inverno

Redação Bonde
29 jun 2009 às 08:23
- Arquivo Folha de Londrina
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Quando a temperatura cai, quem tem dores crônicas costuma relatar que a intensidade aumenta. O fato é que, no frio, as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis. "Quem sofre com alguma patologia nas articulações, nervos e circulação, está mais sensível durante o inverno e deve evitar a exposição às baixas temperaturas", esclarece Eloisa Guimarães, fisioterapeuta e instrutora de Pilates da Contours - rede de academias para mulheres.

Até quem não tem problemas de saúde pode apresentar dores no inverno. "Ficar encolhido, na tentativa de fugir do frio, gera tensão muscular, contraturas, má circulação e consequentemente mal-estar", explica.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Entre as alterações relacionadas ao aumento das dores na temporada está o estreitamento dos vasos sanguíneos, que dificulta a circulação do sangue nas extremidades do corpo - mãos e pés. "Quem tem problemas circulatórios pode se queixar de incômodo nas pernas, por exemplo", afirma a especialista.

Leia mais:

Imagem de destaque
8 de agosto a 8 de dezembro

Programa de Atividade Física da UEL abre programação até dezembro; confira as atividades

Imagem de destaque
Novos hábitos

Confira quatro dicas para começar a praticar esportes

Imagem de destaque
Mulheres com mais de 40 anos

Outubro Rosa: mulheres já devem agendar exames

Imagem de destaque
Cuidado com a saúde

Mulheres são as mais afetadas pela diabetes no Brasil


Prevenção

Publicidade


O antídoto para o aumento das dores está na atividade física regular que, de bônus, ainda contribui para a manutenção da forma - vale lembrar que no inverno a ingestão de calorias tende a aumentar, pois o organismo necessita de mais energia para a conservação da temperatura. Eloísa lembra, também, de uma prática simples que faz a diferença: "Antes de levantar da cama é importante espreguiçar-se por alguns minutos. Esse primeiro alongamento matinal estimula a circulação e a musculatura, que tende a ficar contraída com o frio".


Outra dica importante diz respeito à escolha da modalidade de atividade física. Aquelas que contribuem para a correção postural, como o Pilates, ajudam a prevenir as dores, propiciam o funcionamento adequado dos músculos, reduzem o excesso de tensão corporal, além de contribuir para a melhoria do tônus muscular. A prática é ainda mais interessante quando desenvolvida pela manhã. "Ativar o funcionamento do corpo e do cérebro no primeiro do dia promove disposição e reduz a preguiça", conclui.


Pilates contra dores

O método criado por Joseph Pilates tem sido utilizado com sucesso para reabilitação. Quando o assunto é prevenção apresenta resultados ainda melhores, pois estimula a circulação, previne e reduz os riscos de lesões, fortalece e alonga a musculatura, favorecendo um nível de consciência corporal mais adequado ao dia a dia.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade