Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Cuidados

Como ter pés bonitos e saudáveis no verão

Redação Bonde
07 jan 2011 às 13:55
Prefira que um podólogo execute o corte de suas unhas, que não podem ser aparadas muito rentes - Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Altas temperaturas pedem dedos de fora em sandálias e rasteirinhas. Mas para usar esse tipo de calçado é preciso estar com os pés livres de calosidades, micoses e frieiras, males comuns no verão.

Hidratação

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para evitar o ressecamento dos pés, que se intensifica nessa época pelo uso de sandálias, é indicado lixar as calosidades ao menos uma vez por semana e fazer o uso de um bom hidratante para os pés. A hidratação de parafina quente ou fria também ajuda a evitar as fissuras.

Leia mais:

Imagem de destaque
Aos 16 anos

Rayssa Leal é a primeira brasileira a ser embaixadora global da Louis Vuitton

Imagem de destaque
Vídeos de transformações

Maquiadora viraliza ao ser notada por Maiara & Maraísa e Ana Castela

Imagem de destaque
Faça já!

De chás à drenagem, veja seis dicas para fazer um detox pós-Carnaval

Imagem de destaque
Prepare-se!

Hot pants e ombreiras devem dominar os looks no Carnaval 2024


O verão também propicia o desenvolvimento de micoses nos pés, pois os fungos se reproduzem rapidamente, podendo dar origem a um processo infeccioso que, dependendo do fungo ou da região afetada, pode ser superficial ou profundo.

Publicidade


Micoses


A melhor maneira para evitar a contaminação dos pés é não andar descalço nas áreas úmidas das piscinas, vestiários e chuveiros públicos, e não partilhar o uso de lixas, alicates e outros materiais que tenham sido usados por alguém já contaminado. É importante utilizar sempre materiais próprios ou adequadamente esterilizados. Também é preciso secar bem os pés após o banho, a piscina ou praia, preferencialmente com papel descartável para que os fungos não fiquem nas toalhas.

Publicidade


A micose superficial mais comum é a frieira (tinea pedis), conhecida como "pé-de-atleta", que atinge a pele entre os dedos e a planta dos pés. Para impedir a sua instalação é importante usar sapatos arejados ou usar meias de algodão que absorvem melhor o suor, evitando que os pés fiquem úmidos.


Já a micose de unha (onicomicose) é uma doença provocada por fungos que se "alimentam" de queratina, material do qual as unhas são formadas.

Publicidade


A doença pode se manifestar de várias formas, como o descolamento (a unha fica oca), espessamento, formação de manchas e até a deformação e destruição da unha.


Por essas características, a onicomicose é uma doença de tratamento complicado, pois exige disciplina, paciência, perseverança e muitas vezes o uso de medicação. Para se obter sucesso no tratamento, o fungo deve ser totalmente eliminado da unha doente, que será substituída por outra livre do fungo, levando de seis meses até um ano.

Publicidade


Os podólogos são profissionais preparados para identificar este tipo de infecção e são treinados para fazer a parte de assepsia do local atingido, essencial para a recuperação. "Nós não podemos medicar o paciente. O que fazemos é diagnosticar o problema e cuidar da assepsia do local. O tratamento deve ser multidisciplinar envolvendo dermatologistas e podólogos", afirma Alessandro Guerra, podólogo e coordenador técnico de Podologia da Rede Doctor Feet.


Pés sempre saudáveis

Publicidade


• Evite o uso de sapatos apertados e procure usar calçados arejados;


• Procure fazer um rodízio de calçados, colocando-os em local arejado entre um uso e outro;

Publicidade


• Use meias de algodão que absorvem mais o suor, evitando que os pés fiquem úmidos;


• Lixe as calosidades ao menos uma vez por semana. Não corte calos ou calosidades;


• Use hidratante próprio para os pés diariamente, massageando as áreas com maior calosidade;


• Se a pele estiver muito seca, passe hidratante e coloque meias para dormir;


• Lave e seque muito bem os pés, principalmente espaços entre os dedos para prevenir o surgimento de frieiras;


• Não ande descalço em lugares úmidos, principalmente em espaços como pissicnas, banheiros e vestiários públicos;


• Não compartilhe o uso de toalhas, alicates, lixas e outros materiais;


• Prefira que um podólogo execute o corte de suas unhas, que não podem ser aparadas muito rentes;

• Caso você esteja com algum problema nos pés, consulte um podólogo ou um dermatologista.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade