Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Prova remarcada

Veja o que já se sabe sobre a nova data do Concurso Nacional Unificado

Fernando Narazaki e Cristiane Gercina - Folhapress
23 mai 2024 às 14:29
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O CNU (Concurso Nacional Unificado) foi remarcado para 18 de agosto pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, quase duas semanas após ter sido adiado em virtude das enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul no final de abril e mataram 163 pessoas até esta quinta-feira (23).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Times Higher Education

UEL é a instituição de ensino superior mais sustentável do Paraná e a quinta do Brasil, segundo ranking

Imagem de destaque
23h59

Confirmação de matrícula para novos alunos da UEL segue até esta sexta

Imagem de destaque
Entenda

Professores de universidades federais começam a abandonar greve, contrariando sindicato

Imagem de destaque
Em 30 de junho

Concurso do CNJ tem horários de provas divulgados; local do exame sai na sexta (21)

O exame estava previsto originalmente para 5 de maio, mas foi adiado dois dias antes da aplicação da prova. O processo seletivo tem mais de 2,1 milhões de inscritos e oferecerá 6.640 vagas em 21 órgãos da administração pública federal.

Publicidade


Por enquanto, o Ministério da Gestão divulgou apenas a data em que será feito o exame, mas ainda não disponibilizou um novo calendário com datas como as de divulgação do gabarito, do caderno de provas, do curso de formação e da contratação final dos aprovados.


As provas já estavam impressas e deverão ser mantidas, mas há possibilidades de alterações. No entanto, o ministério diz confiar na rede de segurança montada para o concurso.

Publicidade


"Assim que foi oficializado o adiamento das provas, a rede de segurança deu início ao trabalho conjunto de rescentralização das provas, garantindo sua integridade até a definição de nova data", afirmou o MGI à Folha de S.Paulo.


O CNU tem uma rede de segurança contra fraudes, com ações coordenadas pelo ministério em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, as Polícias Federal e Rodoviária Federal, e a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), além de Força Nacional, secretarias de Segurança Pública estaduais, Fundação Cesgranrio e Correios.

Publicidade


Qual é a data do Concurso Nacional Unificado?


Publicidade

A prova será realizada em 18 de agosto.


O local de prova será o mesmo?

Publicidade


Segundo o Ministério da Gestão, em razão da situação atípica enfrentada pelo Rio Grande do Sul, alguns locais de prova podem mudar no estado. Essa regra não vale para outras regiões, onde as provas deverão ser realizadas no mesmo lugar. "As equipes de logística estão trabalhando em conjunto com as autoridades locais [do RS]", diz o órgão.


"Até o momento, não há indicativo de que haja necessidade de troca de locais de prova em outros estados, mas é importante ressaltar que os cartões de prova, com todos os detalhes e contendo os locais de prova de cada candidato, serão divulgados no dia 7 de agosto. Importante que os candidatos estejam atentos", afirma ainda o ministério.

Publicidade


Imagem
Concurso da Caixa tem local de prova divulgado
O candidato que vai prestar o concurso da Caixa já pode consultar o local onde fará a prova neste domingo (26).


Quantos candidatos do Rio Grande do Sul estão inscritos?


Sâo 80.348 inscritos, que seriam divididos em dez cidades. O ministério não confirma se os dez municípios serão mantidos.


As provas serão as mesmas que seriam aplicadas em 5 de maio?


Segundo o ministério, as provas serão as mesmas. O órgão afirmou que todos os 18.757 malotes de prova foram recolhidos em todo o Brasil e estão em um local seguro. "Os malotes foram checados, um a um, por membros da rede de segurança, e foi identificado que não houve qualquer violação", destacou a pasta.


No entanto, se o local da prova mudar, será feita a reimpressão do exame. "Em caso de ajuste nos locais de prova, somente esses malotes específicos serão reimpressos", afirma a Gestão.


Segundo o MGI, a ação de segurança do concurso é coordenada pelo MGI, em rede formada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, pelas polícias Federal e Rodoviária Federal, Abin (Agência Brasileira de Inteligência), Força Nacional, secretarias de Segurança Pública Estaduais, Fundação Cesgranrio e Correios.


Quando sai o gabarito da prova? E a lista de aprovados?


O ministério ainda não anunciou oficialmente o restante do cronograma. "Em breve o cronograma completo será divulgado", informou a pasta.


Como será o novo calendário do CNU?


O novo cronograma do Concurso Nacional Unificado deverá conter, além da nova data de provas, novos prazos para divulgação dos resultados, disponibilização das provas e para recurso do candidato. Além disso, terá nova data de divulgação do gabarito e do curso de formação, assim como o dia em que o caderno de questões estará disponível.


O CNU prevê curso de formação para todos os aprovados, mas há candidatos que passarão por um período maior de curso. 


A data de contratação pode mudar?


Sim, já que o governo previa dar início ao curso de formação em agosto. No entanto, elas ainda poderão ocorrer no segundo semestre, como previsto anteriormente, para alguns cargos. Há outros cargos que terão curso preparatório mais extenso e cuja contratação só seria em 2025. Essa data inicial, de chamar os demais no começo de 2025, está mantida.


Os horários de prova serão os mesmos?


Até agora, não houve mudança nos horários de prova, que deverão se manter os mesmos.


A prova da manhã começará às 9h (horário de Brasília), com a abertura dos portões às 7h30 e o fechamento será 8h30. A duração será de 2h30.


No mesmo dia será realizada a segunda prova, que começará às 14h30, com os portões abrindo às 13h e fechando às 14h. Os concorrentes terão 3h30 para entregar o teste.


Imagem
Debate de PL que regulamenta funcionamento de comércio fica centralizada em bares
O Código de Posturas (PL n° 235/2023), uma das leis complementares ao Plano Diretor, foi tema de uma audiência pública na CML (Câmara Municipal de Londrina) na noite desta quarta-feira (22).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade