29/10/20
PUBLICIDADE
Doação

Alunos de engenharia da UEL ganham 20 notebooks para aulas remotas

Bruno Ferraro Weiss
Bruno Ferraro Weiss


Os estudantes de engenharia da UEL (Universidade Estadual de Londrina) ganharam a doação de 20 notebooks de empresas de Londrina, nesta semana. Os equipamentos serão entregues aos alunos do curso que não têm acesso a computadores, mas precisam da tecnologia para acompanharem as aulas na modalidade à distância. O ensino on-line foi adotado pela Universidade como medida para contenção da pandemia de Covid-19.


A cerimônia de entrega contou com a participação do reitor da UEL, Sérgio Cardoso de Carvalho, o gerente regional da Plaenge em Londrina, Rodolfo Sugeta, os engenheiros associados da Estrutural, Daniel Pereira e Vítor Hugo Garbin, o presidente do Sinduscon Norte-PR, Sandro Paulo Marques de Nóbrega, o engenheiro eletricista Brazil Alvim Versoza, representando o CEAL (Clube de Engenharia e Arquitetura), e o professor Aron Lopes Petrucci, diretor do CTU (Centro de Tecnologia e Urbanismo) da UEL. Todas as medidas de segurança foram respeitadas.

O reitor Sérgio Cardoso de Carvalho fez um agradecimento especial às empresas, que vão tornar possível o acesso de 20 estudantes às aulas. "A situação de pandemia impõe um grande desafio à universidade, que deve dar respostas científicas para a sociedade. É preciso gerar energia e conhecimento para ajudar o Brasil a superar essa crise”, disse. Para ele, são empresas que ao praticar a solidariedade, demonstram visão de futuro, pois ao invés de apenas esperar soluções, se uniram para também ajudar a solucionar um problema.

O gerente regional Rodolfo Sugeta contou que é motivo de orgulho para a construtora poder contribuir com o curso de engenharia e apoiar a educação dos alunos. "Como ex-aluno da UEL, também fico pessoalmente satisfeito. A Universidade é muito importante para a empresa, pois temos colaboradores das mais diversas áreas que se formaram na instituição. Esperamos que os alunos façam o melhor uso possível e, quando se formarem, também lembrem-se da importância de ajudar o próximo”, pontuou.

O engenheiro Daniel Fidelis destacou que os sócios-fundadores Vítor Pereira e Valdir Zerbinati foram professores da UEL por mais de 30 anos e nunca mediram esforços para apoiar a instituição. "Sabemos que a universidade tem excelentes profissionais, mas faltam recursos. Em nossa empresa temos 14 engenheiros e 13 são formados pela UEL. Por isso, nos esforçamos para apoiar o curso de engenharia. É uma forma de retribuir tudo que recebemos”, diz.

O presidente do Sinduscon, Sandro Paulo Marques de Nóbrega, relata que a entidade se empenhou para fazer a intermediação e encontrar ajuda entre seus associados. "A UEL tem o carinho de nós e de todas as empresas que representamos. Com esta doação, plantamos a semente para que outras empresas venham a ajudar também”, afirma.

Já o engenheiro eletricista Brazil Versoza lembrou que é nos momentos de crise que a solidariedade se mostra. "É uma forma de retribuir o que a engenharia proporcionou de bom na vida de todos nós”, destaca.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Concursos

Entenda a possível fusão entre IBAMA e ICMBio

29 OUT 2020 às 11h30
Conheça o Corona AI

UEL cria ferramenta que identifica fake news sobre a Covid-19

29 OUT 2020 às 10h31
Secretaria da Educação

Consulta pública sobre colégios cívico-militares é prorrogada até sexta-feira (30)

29 OUT 2020 às 09h55
Segundo relatório

Estados e municípios podem perder até R$ 40 bi de recursos da educação

29 OUT 2020 às 08h59
Decisão liminar

STF mantém aulas presenciais em escolas particulares de Londrina e região

29 OUT 2020 às 08h35
Avaliação

Cursos de Odontologia das estaduais alcançam patamar de excelência no Enade

28 OUT 2020 às 15h38
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados