Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Saiba mais

Cientistas descobrem buraco negro que regressa ao Big Bang

Ansa Brasil
10 nov 2023 às 12:46
- Ansa
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O buraco negro mais distante já observado em raios-X foi descoberto e está localizado a 13,2 bilhões de anos-luz da Terra. E remonta a somente 470 milhões de anos depois doo Big Bang, um período em que o universo tinha só 3% da idade atual.


O que o torna ainda mais único é o fato de estar em uma fase inicial de crescimento nunca antes observada, o que pode revelar como alguns dos primeiros buracos negros supermassivos se formaram.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O perfil foi publicado na revista Nature Astronomy, graças aos dados coletados pelo Observatório de Raios-X Chandra da Nasa e pelo telescópio Espacial James Webb de agências espaciais dos Estados Unidos, Europa e Canadá.

Leia mais:

Imagem de destaque
AULAS GRATUITAS

EJA: CCI Leste está com inscrições abertas para idosos acima de 60 anos em Londrina

Imagem de destaque
JARDIM BANDEIRANTES

Londrina: EJA tem matrículas abertas no CCI Oeste para idosos acima de 60 anos

Imagem de destaque
Prova em maio

Vestibular 2024.2 da UTFPR oferta 4.219 vagas em 106 cursos; inscrições começam em 26 de fevereiro

Imagem de destaque
Confira!

Concurso da prefeitura de Londrina divulga cargos e banca organizadora


"A gente precisava do Webb para encontrar essa galáxia extraordinariamente distante e do Chandra para encontrar seu buraco negro supermassivo", pontua Akos Bogdan do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian.


A equipe dele identificou o buraco negro em uma galáxia chamada UHZ1 na direção do aglomerado de galáxias Abell 2744, localizado a 3,5 bilhões de anos-luz da Terra.


Entretanto, os dados do Webb revelaram que a galáxia está muito mais distante do que o aglomerado, pois está a 13,2 bilhões de anos-luz. 


Imagem
Telescópio Euclid: primeiras imagens mostram Universo em detalhes inéditos
A Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou na terça-feira (7) as primeiras cinco imagens científicas feitas pelo telescópio Euclid
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade