Pesquisar

Canais

Serviços

Gustavo Carneiro/Arquivo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Prova em 6 de março

Vestibular UEL 2022 tem taxa de R$ 140,00

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
13 ago 2021 às 10:55
Continua depois da publicidade


O Conselho de Administração da UEL fixou o valor do preço público de inscrição do Vestibular 2022 em R$ 140,00 (cento e quarenta reais). O valor é 5 reais mais alto que último vestibular e se justifica pelos custos e caráter excepcional do concurso, que como o de 2021 foi realizado em fase e dia únicos. Ainda assim, é inferior aos 152 reais anteriores. Comparada às outras maiores universidades públicas do estado, a UEL ainda pratica preço inferior: foram 155 reais na UFPR e 160 reais na UEM.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Na reunião do Conselho, a discussão do tema foi marcada pela ponderação e pela preocupação dos membros em relação ao valor a ser fixado. Para o reitor, professor Sérgio Carlos de Carvalho, é preciso lembrar sempre o peso do valor da inscrição para as famílias, sobretudo aquelas mais atingidas economicamente no último ano. Além disso, ele frequentemente reafirma, a UEL é uma instituição pública com compromissos e responsabilidades sociais, e a realização do vestibular da UEL impacta de forma importante na cidade.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Na avaliação da coordenadora da COPS (Coordenadoria de Processos Seletivos), professora Sandra Garcia, o preço é resultado de um esforço da instituição, sensível à situação econômica pela qual passa o país em razão da pandemia. Ela lembra também das políticas e mecanismos de isenção e descontos do valor da inscrição, que já estão em andamento. Na modalidade NIS (Número de Identificação Social) do CadÚnico, já foram atendidos 1.156 pedidos de isenção, e ainda falta a avaliação socioeconômica, que está com inscrições abertas até dia 17 de agosto.

A coordenadora enfatiza ainda a excepcionalidade do próximo concurso, que também será em fase e dia únicos, em 6 de março, igualmente pelo cenário atual. Tanto ela quanto o reitor observaram que um Vestibular com mais dias de provas terá logicamente custo mais alto.


Continue lendo