Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Com câncer no pulmão

Morre Janet Malcolm, um dos maiores nomes do jornalismo, aos 86 anos

Folhapress
17 jun 2021 às 14:24
Continua depois da publicidade



A jornalista americana Janet Malcolm, uma das maiores referências no seu campo, morreu nesta quinta-feira aos 86 anos. Segundo o jornal The New York Times, a causa da morte foi um câncer de pulmão.

Nascida em Praga e radicada ainda criança nos Estados Unidos, Malcolm é autora de reportagens clássicas como "O Jornalista e o Assassino", que debate ética e liberdade de imprensa ao narrar a história de um homem condenado por assassinato que processa um jornalista. O livro inaugurou a coleção Jornalismo Literário de Bolso, da Companhia das Letras, em 2011.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Também saíram pela editora "41 Inícios Falsos", coletânea que contém o famoso perfil do artista David Salle em que a autora reflete sobre seu processo de escrita; "A Mulher Calada", seu grande perfil sobre a poeta Sylvia Plath; e "Anatomia de um Julgamento", que avança na investigação da escritora sobre a Justiça criminal.

Continua depois da publicidade


A jornalista trabalhou de 1963 até a sua morte na revista New Yorker, que abrigou seus ensaios mais famosos, onde assinou desde uma coluna sobre design até textos sobre fotografia, psicanálise e críticas literárias.

Entre seus livros ainda inéditos no Brasil, estão "Reading Chekhov", seu perfil do escritor russo, e "Nobody's Looking at You: Essays", seu último livro de ensaios.

Continua depois da publicidade


Continue lendo