Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Fora do comum, em diversos aspectos

Rodrigo Juste Duarte
09 nov 2007 às 11:31
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Na semana passada o quarteto novaiorquino Battles realizou sua primeira turnê brasileira, que contou com um show em Curitiba, em plena segunda-feira. A apresentação não teve casa lotada, mas quem compareceu ficou surpreso com o que viu e passou o resto da semana comentando sobre o espetáculo, um dos melhores shows do ano na cidade.

O grupo apresentou as músicas de seu primeiro álbum, ''Mirrored'', lançado em maio pela Warp Records, lar de muitos grupos eletrônicos de vanguarda. No entanto, o Battles está mais para o rock, mas não de uma forma convencional. Suas músicas são complexas, com métricas incomuns no ritmo. A bateria marcada lembra sequências de música eletrônica, mas tocada por um músico de carne e osso. Os vocais ganham distorções de um pedal de efeitos da década de 70, que dão um clima alienígena às músicas. Os pedais também abastecem os efeitos para guitarras e baixo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


São comumente classificados pela mídia como math rock (rock matemático), termo que eles detestam, preferindo dizer que fazem música orgânica, o que também não explica muita coisa. O que pode-se dizer é que experimentalismo, hardcore, art rock, jazz e progressivo são alguns dos estilos que compõem sua sonoridade.

Leia mais:

Imagem de destaque
Apoio

Chico Buarque assina manifesto em defesa do padre Júlio, alvo de CPI

Imagem de destaque
Homem atemporal em 2023

Men of the Year: Dr. JONES elege Péricles como homem atemporal em categoria inédita

Imagem de destaque
The Tour em São Paulo

Jonas Brothers anunciam único show em São Paulo em abril de 2024

Imagem de destaque
The Eras Tour

Guinness confirma que Taylor Swift fez a turnê mais lucrativa da história


À frente da banda estão músicos experientes e com boas credenciais: John Stanier foi baterista do Helmet e também toca no Tomahawk com Mike Patton; Ian Williams (guitarra e teclado) veio do Don Caballero; Dave Konopka (guitarra e baixo) tocou com o Lynx; e Tyondai Braxton (guitarra, teclado e vocais) foi colaborador do Prefuse73 e é sobrinho do jazzista Anthony Braxton.


Entre os destaques do álbum, a hipnotizante ''Atlas'' é a mais conhecida e ganhou um belo videoclipe. ''Tonto'', que também tem clipe, traz um clima mais ameno. ''Rainbow'' poderia ser trilha para desenho animado japonês. Inovador e desde já cultuado, o Battles provavelmente será citado como influência por diversas bandas que venham a surgir na próxima década.

Serviço:
O álbum ''Mirrored'' está à venda pela Peligro, ao preço de R$ 40 (ou R$ 36 na promoção do selo), no site www.peligro.com.br


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade