Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Cinco anos depois

Nasi encerra briga com irmão e retoma a marca Ira!

Redação Bonde
27 jun 2012 às 11:44
- Site oficial/Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Cinco anos depois de uma briga intensa, o cantor Nasi fez as pazes com o irmão e ex-empresário Airton Valadão Junior, e retomou a marca Ira!, banda da qual foi vocalista durante mais de 25 anos. A informação foi divulgada pelo portal Terra.

"Ele que me procurou. Entrei com contato com meu pai no ano passado e disse que as portas estavam abertas para o meu irmão", explicou Nasi, que retirou na Justiça as acusações contra o Airton.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Em setembro de 2007, Nasi deixou a banda alegando que o irmão, então empresário do Ira, estava sonegando informações sobre o faturamento do grupo. Durante uma briga, o vocalista disse que chegou a ser ameaçado com uma faca. Airton chegou a ir à Justiça pedir a interdição do irmão, alegando que ele enfrentava problemas psicológicos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Apoio

Chico Buarque assina manifesto em defesa do padre Júlio, alvo de CPI

Imagem de destaque
Homem atemporal em 2023

Men of the Year: Dr. JONES elege Péricles como homem atemporal em categoria inédita

Imagem de destaque
The Tour em São Paulo

Jonas Brothers anunciam único show em São Paulo em abril de 2024

Imagem de destaque
The Eras Tour

Guinness confirma que Taylor Swift fez a turnê mais lucrativa da história

Apesar de ter retomado a marca, Nasi não pretende voltar a tocar com o Ira!. Em um post em seu blog, ele mandou um recado ao guitarrista Edgard Scandurra e afirmou não ter mais mágoas dos ex-companheiros. "Pra mim já foi o tempo da raiva, do ódio, da magoa e da IRA! Não quero reatar musicalmente, mesmo porque estou muito feliz e satisfeito como estou e com quem estou. Agora se ele quiser me procurar e matar a saudade, conversar, etc. meu telefone continua o mesmo e meu endereço também. Será atendido com civilidade , sem pedras na mão".


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade