Pesquisar

Canais

Serviços

- Roberto Custódio/Especial para a Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Vem conhecer!

Conheça a Arena Games da 60ª ExpoLondrina

Isabela Alonso Panho - Especial para a Folha
06 abr 2022 às 08:15
Continua depois da publicidade

Quem pensa que a Exposição Agropecuária de 2022 tem atrações apenas para quem gosta do mundo rural está enganado. Uma das novidades da 60ª edição é a Arena Games, que fica ao lado direito do parque, para quem entra pelas catracas da bilheteria. A entrada e o acesso aos jogos são gratuitos, mas é necessário baixar o aplicativo da ExpoLondrina para obter alguns benefícios e conferir a programação.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


LEIA TAMBÉM:

Continua depois da publicidade


ExpoLondrina agrada público fiel ao apostar em atrações tradicionais


Confira as regras de acesso ao Parque Ney Braga durante a ExpoLondrina 2022


Com atrações a partir de R$ 10, conheça o parque de diversões da ExpoLondrina

Continua depois da publicidade


ExpoLondrina terá Barões da Pisadinha, Dennis DJ, Gusttavo Lima, Maiara & Maraísa e Bruno & Marrone


DJ Samhara, Sevenn, Menos é Mais, Marcus Cirillo e Adriano do Vale completam grade de atrações da ExpoLondrina


O espaço começou a ser pensado no final de 2021, como uma forma de atrair novas ideias e tecnologia para a Expo. “A SRP (Sociedade Rural do Paraná) já tem no DNA sempre trazer inovação para a feira”, conta o diretor adjunto comercial Renan Vinícius de Salvador, um dos idealizadores da Arena. “Não tem como falar com a faixa etária de 9 a 15 anos sem falar de games. E a gente também vê que a gamificação (uso de estruturas e ideias dos games) nos simuladores de máquinas, toda essa tecnologia, que é usada para entretenimento, já está sendo aplicada no agronegócio. Foi aí que deu match”, aponta ele.


Contudo, andando pela Arena, não há só crianças e adolescentes se divertindo. Ao lado direito do barracão, perto do palco, o aposentado Ivo de Jesus Silva acaba de sair de um jogo em que o participante usa um óculos 3D para ingressar em uma realidade virtual. Indagado sobre o hábito de jogar videogame, ele olha para uma das filhas, que o acompanha, e diz: “As minhas filhas jogam. Você pode ver que apanhei um pouco... Não é meu forte, mas eu gosto. Estou vindo na Expo pela primeira vez. Quando eu vi esse jogo fiquei curioso e, de pronto, entrei na fila”.


Segundo Mariana Castro, vice-presidente de negócios da BBL, uma holding (empresa que possui várias outras do mesmo ramo) de games, esse intercâmbio de idades é justamente um dos objetivos. “É superimportante isso: que a gente consiga atingir desde as criancinhas menores até os jovens, adolescentes, pais, avós, para a família inteira ter mais contato com os games”, aponta. A empresa foi convidada pela SRP para ajudar na construção do espaço.


Logo na entrada da Arena, ao lado esquerdo, há alguns brinquedos para crianças menores. Porém, logo atrás dos dois pula-pulas infláveis, há uma fila de jovens para tirar foto no espelho mágico: trata-se de uma câmera fotográfica do tamanho de um espelho de cerca de 1,80m. Ele é “mágico” porque, se no mundo real a pessoa se posiciona de frente a um chroma key verde-limão, no espelho fotográfico ela pode escolher o cenário do fundo. As opções, é claro, são relacionadas ao universo da tecnologia.


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade