Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Entenda

Documentário de Britney Spears no Globoplay repercute no cinema do líder no BBB

Ana Clara Marcondes - estagiária*
22 mar 2021 às 16:10
Continua depois da publicidade

Quem acompanha o Big Brother Brasil 21 notou que Gil é um grande fã da cantora Britney Spears, mas o que ele não esperava era ver o documentário da artista, "Framing Britney Spears: A Vida de Uma Estrela", no cinema do líder, nesta segunda-feira (22). Como líder da semana, ele escolheu para a sessão Sarah, Fiuk e Caio. Os brothers ficaram surpresos ao saberem a real história da cantora e expuseram suas opiniões sobre a situação de Britney.

Continua depois da publicidade


Caio chorou durante a exibição e demostrou estar surpreso com as lutas da cantora, principalmente a relação com o pai para conseguir controlar seus bens. "Não é brincadeira, não", disse ele.

Continua depois da publicidade


O fazendeiro confessou que ficou envergonhado por não conhecer nada sobre Britney e acredita que "tá errado isso aí", sobre o pai não dar autonomia à filha. Ele também comentou sobre a importância do documentário: "É importante porque muita gente não sabe da história e 'mete o pau' nela, critica, xinga, humilha, fala o que não sabe e culpa a menina, ainda".


Caio entendeu que ela foi roubada, porque, "se ela ganhava um milhão (de dólares) por semana, como que tem só US$ 60 milhões?" E continuou: "Doze anos de tutela! Um milhão por semana dá mais de US$ 40 milhões por ano. Só abutre em cima dela! A própria família inventando coisa… Destruíram doze anos da vida da menina por ganância."

Continua depois da publicidade


Fiuk também comentou sobre a situação. "Ela vendeu 16 milhões de cópias de um disco e não pode botar a mão em nada?", questiona. Secando as lágrimas, ele completou: "Não consigo nem falar sobre isso".


Confira:



A polêmica do documentário


"Framing Britney Spears: A Vida de Uma Estrela" teve muita repercussão nos Estados Unidos e, ao estrear no Brasil, segue chocando quem assiste. Disponível no serviço Globoplay, o documentário acompanha a vida da cantora desde 2008, destacando a relação dela com o pai, Jamie Spears.


As polêmicas abordadas no longa contribuíram para o movimento #FreeBritney, que pede pela liberdade da cantora, pois foi a primeira vez que o tema foi exposto de forma completa, sem estar restrito à bolha de quem é fã da artista.


O que mais choca quem assiste ao documentário é a questão legal que envolve a cantora, pois ela precisa pedir autorização para o pai para praticamente qualquer coisa, como viajar, fazer compras ou encontrar amigos. (Com informações da Notícias da TV, Observatório do Cinema e Popline)


Britney está atada ao pai, pois Jamie pode controlar todos os bens e finanças da filha, por conta da lei de tutela dos Estados Unidos. O documentário mostra a trajetória da cantora até ser legalmente submetida à tutela do pai, bem como a perseguição da mídia, que teria lucrado falando da vida pessoal da artista.

*Sob supervisão de Luís Fernando Wiltemburg


Continue lendo