27/02/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
BBB 20

Médica Thelma acha que plantões em hospitais podem ajudá-la com resistência

A médica anestesiologista Thelma, 35, é natural de São Paulo, trabalha em quatro hospitais e nas horas vagas ainda arruma tempo para ser passista de escola de samba.
Passou três anos estudando em cursinho antes de prestar vestibular para conseguir ser aprovada com bolsa integral em uma faculdade particular.

Porém, ela diz que o preconceito existe. "Tanto na dança como na medicina, sempre fui a única negra nos meus grupos", analisa. Sem perceber, começou a tentar se encaixar em outro padrão. Alisava os cabelos. Há três anos, decidiu assumir seus cachos.


"A minha história é parecida com a de muitas meninas negras. Odiava meu cabelo, então alisava. Nem lembrava mais como ele era sem química".

Thelma se diz ansiosa para entrar nas festas e para colocar todos para sambar. Sua estratégia na casa é manter o foco no jogo para conseguir fazer uma leitura do perfil de cada participante. Acredita que haja similaridade entre os plantões de madrugada nos hospitais com as provas de resistência.

"Tenho amigos aqui fora, mas lá dentro é um tabuleiro de xadrez. Nasci para vencer na vida, não me contento com pouco", descreve.



SOBRE O PROGRAMA

A 20ª edição do Big Brother Brasil que estreia nesta terça-feira (21) está cheia de novidades. Uma delas é a casa que abrigará os participantes durante os três meses, que já está toda remodelada.

O BBB 20 chega prometendo ainda mais conectividade com o público, com conteúdo multimídia como a #RedeBBB, o Boletim BBB e o Bate-Papo BBB, no ar sempre após o programa.

A apresentação continua de Tiago Leifert, que dessa vez vai supervisionar um grupo de participantes formado por anônimos e celebridades.

Como todos os anos, a casa que receberá os competidores passou por reformas. A sala, onde eles vão se reunir para conversar com o apresentador, terá a selva como tema, por exemplo.

Em suas duas décadas, a versão brasileira do Big Brother alçou muita gente à fama, como Grazi Massafera e Sabrina Sato, colecionou polêmicas, encheu páginas de revistas com brothers e sisters que foram convidados para posar nus e até formou casais.

Na 20ª edição, brothers e sisters terão acesso a celulares. Porém, eles não vão conseguir fazer ligações nem saber o que andam falando deles do lado de fora. De acordo com Tiago Leifert, haverá uma rede social, parecida com o Instagram, interna na casa, e eles alimentarão essa rede com imagens, vídeos e a vivência deles.

O líder da semana poderá definir quem ficará na Xepa e quem estará no grupo VIP dos alimentos. Isso significa que ele escolherá quem come mais ou menos. Promessa de barracos.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Contágios aumentam

Itália registra 11 mortes por novo coronavírus

Veja mais e a capa do canal