Pesquisar

Canais

Serviços

Fora do gramado...

Atletiba: torcedor atropelado morre; ônibus depredados

Redação Bonde
27 out 2009 às 09:20
Um ônibus articulado da Auto Viação Água Verde foi atingido por 154 pedras que caíram no interior do veículo - Divulgação/Prefeitura Curitiba
Publicidade
Publicidade

Um dos torcedores atropelados após o clássico entre Atlético e Coritiba - disputado neste domingo (25) -, que estava em estado grave, morreu no Hospital do Trabalhador, no final da tarde desta segunda-feira (26).

Após atropelamento na esquina da ruas Desembargador Westphalen e Engenheiros Rebouças, em Curitiba, por volta das 18h50 de ontem, João Henrique Vianna, torcedor do Atlético, foi levado ao hospital onde passou por uma cirurgia de retirada de coágulo no cérebro e estava em coma.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A outra vítima do atropelamento teve a perna quebrada e foi liberado. O motorista que causou o acidente saiu do local sem prestar socorro às vítimas, mas foi preso na rua Chile por um policial que passava pelo local. O condutor do Celta, que segundo testemunhas vestia a camisa do Coritiba e estava acompanhado de mais cinco pessoas, demonstrou sinais de embriaguez, de acordo com a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran). Porém, ele se recusou a realizar o teste do bafômetro.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fortes chuvas no RS

Ministério do Esporte pede para CBF adiar o Campeonato Brasileiro

Imagem de destaque
Entenda

Kong, cumprimento e silêncio: o que significam as comemorações de Endrick

Imagem de destaque
Má fase

Flamengo sofre sem Arrascaeta e projeta volta gradual a partir do Corinthians

Imagem de destaque
São Paulo

Em 5 jogos, Zubeldía usou todos à disposição e teve 23 titulares diferentes


Destruição nos coletivos

Publicidade


Vinte e oito ônibus urbanos, de dez empresas, foram depredados por vândalos neste depois do clássico Atletiba, no estádio Couto Pereira, no Alto da Glória. Quatro dos 28 ônibus depredados depois do jogo foram levados na manhã desta segunda-feira pela Urbs, Urbanização de Curitiba S/A e pelo Sindicato das Empresas de ônibus de Curitiba (Setransp) para a Praça Rui Barbosa, para que a população pudesse ver os estragos.


Levantamento feito Urbs mostra que foram danificados 48 vidros fixos, 12 vidros móveis, dez vidros de portas, quatro alçapões, um vídeo-vigia, uma janela, dois parabrisas e uma porta. A estimativa, segundo o gerente de Fiscalização e Cadastro do Transporte na Urbs, Edson Berleze, é que prejuízo chegue a R$ 6,3 mil, valor que não inclui mão de obra e tempo parado dos coletivos que foram retirados de circulação para reparo.

Publicidade


154 pedras - Um ônibus articulado da Auto Viação Água Verde foi atingido por 154 pedras, que caíram no interior do veículo, estilhaçando os vidros. O coletivo foi depredado às 18h25 de domingo, na avenida Getúlio Vargas, nas imediações do estádio do Clube Atlético Paranaense.


Berleze informou que esse foi o maior número de coletivos danificados nos últimos tempos. Em média, segundo ele, após jogos de futebol na capital, é seis ônibus danificados. No Atletiba anterior, realizado na Arena da Baixada, em 26 de abril deste ano, foram danificados 12 veículos.


Informações Prefeitura de Curitiba e Bem Paraná


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade