Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Decepção

Ibrahimovic promete seguir na seleção sueca após Euro

Agência Estado
17 jun 2012 às 16:04
Publicidade
Publicidade

O atacante Zlatan Ibrahimovic prometeu seguir atuando na seleção sueca, mesmo após a eliminação na Eurocopa. Em entrevista concedida neste domingo, o jogador garantiu que ainda está motivado para defender seu país e disse que gostou da campanha da equipe na competição continental, mesmo com a queda precoce, ainda na primeira fase.

"Eu vou continuar com a seleção nacional, sem dúvida. Ainda estou motivado e quero muito mais. A eliminação não significa nada para mim. Só me deixa mais motivado", declarou. "A forma que estamos jogando, nós nunca estivemos tão bons", completou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Ibrahimovic já chegou a anunciar que não atuaria mais pela Suécia, passou a rejeitar convocações, mas voltou atrás. Desta vez, no entanto, o principal jogador do país garantiu sua sequência na equipe.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

Por que o Flamengo pensa em ter um clube na Europa e tem Portugal como alvo

Imagem de destaque
Confusão

Caos na Copa América gera pressão da Fifa em Miami sobre Mundial de Clubes

Imagem de destaque
Veja os gols:

Corinthians sai da lona e vê herói da noite ir de Rocky Balboa a falastrão

Imagem de destaque
Confira imagens:

Neymar se reapresenta sozinho no Al-Hilal enquanto time está na Europa


A seleção sueca ainda enfrenta a França, na próxima terça-feira, pela última rodada da fase de grupos da Eurocopa, mas já não tem mais chance de classificação, após derrotas para Ucrânia e Inglaterra. Mesmo assim, o atacante exaltou a equipe, principalmente o setor ofensivo. "Sempre fomos conhecido pela nossa defesa e não nosso ataque. Agora é o contrário", avaliou.

Além do desempenho da Suécia, Ibrahimovic disse ter ficado satisfeito também com o que ele próprio demonstrou na competição. "Fisicamente e mentalmente eu me senti muito bem. Mas o que isso vale se você não ganha? Preferia vencer sem jogar bem do que jogar bem e não vencer", comentou.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade