Pesquisar

Canais

Serviços

- Ricardo Chicarelli/Londrina EC
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Defende a SAF

Malucelli: 'Se não tivermos investimento maior não dá para subir'

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
23 mai 2022 às 08:52
Continua depois da publicidade

O gestor do Londrina, Sérgio Malucelli, voltou a falar sobre a necessidade do clube em criar uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol) para poder ter novos investimentos no futebol. Para o dirigente, o LEC precisa agilizar o processo para ter recursos para reforçar o time ainda nesta Série B. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


De acordo com o gestor, existem duas propostas concretas - uma do Brasil e outra de fora do país - para comprar a futura SAF alviceleste e que a transformação do clube é a única maneira do LEC se tornar competitivo do ponto de vista financeiro. "Nos 12 anos que estamos aqui fizemos um investimento muito alto e no patamar que chegamos se não tiver um investimento maior não vamos subir", frisou em entrevista coletiva, no sábado (21). 

Continua depois da publicidade


Sérgio Malucelli informou que o clube já tem possíveis reforços no radar para serem contratados a partir da abertura da janela de transferências, no dia 18 de julho, mas que a criação de uma SAF poderia elevar o nível das contratações. "O ideal é que o Londrina conseguisse esta transformação a tempo de fazermos as contratações em julho. A SAF é a nossa saída e a do Londrina. Com isso, conseguiríamos fazer um time melhor na janela". 


O Londrina discute há meses a criação de uma SAF e uma comissão foi formada dentro do Conselho de Representantes para tratar do assunto. O clube contratou uma consultoria para avaliar quanto valeria a marca LEC, mas o estudo ainda não foi finalizado. A criação de uma SAF precisa ser aprovada pelo Conselho e os associados, por meio de uma assembleia extraordinária. 


Continue lendo na Folha de Londrina.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade