16/06/21
PUBLICIDADE
Fórmula 1

GP de São Paulo pode 'surpreender' com presença de público, diz secretário

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

O Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, marcado para 7 de novembro, poderá ter público de acordo com o Secretário do Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, que disse ainda que o evento pode "surpreender" em relação à quantidade de ingressos que poderão ser vendidos. A decisão, no entanto, depende do sucesso do programa de vacinação contra a Covid-19.

Em entrevista à BandNews TV, Lummertz demonstrou confiança de que o estado de São Paulo, sob gestão do governador João Doria (PSDB), tenha vacinado toda a população até a data da prova.


"Em novembro, o quadro em São Paulo é de vacinação de praticamente 100% da população. Essa é uma conversa que eu tive com o próprio governador. Nós sentamos, conversamos, ele me mostrou o número que recebeu do Instituto Butantan, e a tendência é que nós tenhamos não só um Grande Prêmio, mas um bom Grande Prêmio, com bom público, porque é novembro. A maior parte do Brasil vai estar vacinada."

Questionado se, na pior das hipóteses, o GP de São Paulo teria 40% da lotação máxima e, na melhor, as arquibancadas cheias, o secretário disse que a prova pode surpreender, sempre relacionando a decisão ao número de vacinados.

"É difícil fazer previsão até do passado. A gente tem dificuldade de prever o passado no Brasil. Mas, seguindo um cenário razoável de vacinação, imaginando que nós consigamos seguir o ritmo atual, compensando estes atrasos, acho que isso é razoável. E, talvez, possamos sonhar até com mais. Mas o que acontece no setor dos eventos? Os produtores precisam pensar de forma conservadora, senão eles têm prejuízo. Acho que o cenário que você apontou é provável e podemos surpreender, com a gestão das vacinas."

Os ingressos para o GP de São Paulo, que mudou de nome com a assinatura de um novo contrato no final do ano passado, ainda não estão à venda. Em 2020, a prova foi uma das várias canceladas devido à pandemia e, em 2021, está entre as maiores dúvidas da categoria, juntamente com México, Japão, Singapura e o GP da Turquia, que entrou no lugar da etapa canadense, que não será realizada. A corrida da China foi a primeira a cair no calendário, que ainda prevê a realização de 23 GPs no ano.

Das quatro provas realizadas até agora, duas tiveram público: Bahrein e Espanha. Em ambos os casos, o número de ingressos vendidos foi bastante reduzido. Na Espanha, prova realizada no último domingo (9), foi permitida a entrada de somente 1.000 torcedores e o dinheiro dos demais ingressos que já tinham sido comercializados foi devolvido.

Outras provas europeias, que acontecem nos próximos meses, estão adotando o mesmo sistema, abrindo a venda de ingressos com a ressalva de que, na data da prova, talvez não seja possível contar com público ou seu número será reduzido.
Mas também existe a expectativa de alguns GPs serem realizados com casa cheia ainda nesta temporada. Os promotores do GP da Grã-Bretanha acabam de anunciar a abertura da comercialização de mais uma arquibancada devido à alta procura de ingressos.

O país é um dos líderes mundiais em termos de vacinação, com mais da metade da população tendo recebido pelo menos a primeira dose. A expectativa é de que toda a população adulta seja vacinada até agosto, e a reabertura total do país deve acontecer no final de junho. O GP da Grã-Bretanha está marcado para dia 18 de julho.

Outra prova que deve contar com uma grande presença de público -ou até mesmo casa cheia- é o GP dos Estados Unidos, dia 24 de outubro, em Austin, no Texas. Os promotores da etapa norte-americana, inclusive, confirmaram um show de Billy Joel para o sábado após a classificação, e os ingressos se esgotaram rapidamente.
Julianne Cerasoli - UOL/Folhapress
PUBLICIDADE
Continue lendo
Saiba mais

Em pior momento de Crespo, São Paulo quer 1ª vitória no Brasileiro

16 JUN 2021 às 08h00
Comunicam à CBF

Clubes criam liga para organizar o Campeonato Brasileiro

16 JUN 2021 às 07h30
Que situação...

Número de casos de Covid na Copa América vai a 53

16 JUN 2021 às 07h05
Saiba mais

Copa América já registra 41 casos do novo coronavírus confirmados, diz Ministério da Saúde

15 JUN 2021 às 09h45
Não gosta de coca?

Cristiano Ronaldo dispensa refrigerante de patrocinadora e sugere água

15 JUN 2021 às 09h30
Amistoso

Seleção feminina de futebol empata com Canadá em último teste antes da Olimpíada

15 JUN 2021 às 08h51
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados