Pesquisar

Canais

Serviços

Ficou com o vice!

Melo perde na final de duplas mistas em Roland Garros

Agência Estado
04 jun 2009 às 20:07
- Divulgação/VipComm
Publicidade
Publicidade

O brasileiro Marcelo Melo perdeu nesta quinta-feira a chance de conquistar seu primeiro título em um Grand Slam, e de juntar-se a Gustavo Kuerten, Maria Esther Bueno e Thomaz Koch na história do tênis no País. Ao lado da norte-americana Vania King, o mineiro foi derrotado na final de duplas mistas em Roland Garros. O título ficou com Bob Bryan e Liezel Huber, depois de três sets, e parciais de 5/7, 7/6 (7/5) e 10/7.

Melo e King começaram a partida em ritmo lento, e o brasileiro teve seu serviço quebrado logo no primeiro game. A parceria conseguiu reagir rápido, e quebrou duas vezes o saque dos rivais, fechando o primeiro set em 7/5.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A segunda parcial começou equilibrada, com as duas duplas confirmando seus serviços. A baixinha King, de 1,65 metro - 38 centímetros a menos que Melo - dava um show particular com seus voleios precisos na rede, levando Bob Bryan ao desespero em certos lances.

Leia mais:

Imagem de destaque
Bronny

Filho de LeBron diz não sonhar em jogar com o pai na NBA

Imagem de destaque
MLS

Pabllo Vittar assina nova coleção de uniformes da liga americana de futebol

Imagem de destaque
Jogos Internacionais

NFL define horário de jogo que será na Neo Química Arena

Imagem de destaque
Paracanoagem

Londrinense ganha prata no Mundial e garante vaga nos Jogos Paralímpicos de Paris


O bom desempenho de King e a atuação regular de Melo não foram suficientes, no entanto, para fechar a partida em dois sets. Depois de doze games sem quebras, as duplas foram para o tie-break.

Publicidade


Na série de desempate, o brasileiro e sua parceira chegaram a ficar em desvantagem de três pontos, mas conseguiram empatar em 5 a 5. Então, valeu a experiência e o entrosamento de Bryan e Huber, que venceram um longo rali para ficar com o set point. Com 6 a 5 contra, King não conseguiu confirmar o saque, e os norte-americanos conquistaram o set, levando a disputa para o super tie-break, uma série em que vence quem chegar primeiro aos dez pontos.


O novo processo de desempate começou com Huber e Bryan em vantagem. Eles conseguiram ganhar um ponto no serviço de King e Melo logo no início, e souberam administrar bem a vantagem, abrindo 7 a 3. A dupla do brasileiro chegou a equilibrar a disputa, mas não o suficiente para evitar a derrota. Com um ace sobre King, Bryan fechou em 10 a 7.


O título do Grand Slam foi o sexto de Bryan em duplas mistas, o segundo em Roland Garros. No ano passado, ele já havia conquistado o troféu ao lado da bielo-russa Victoria Azarenka. Para Huber, a taça foi a primeira de um Grand Slam na modalidade - ela fora vice-campeã no US Open em 2008, ao lado de Jamie Murray.

Apesar da derrota, Marcelo Melo quebrou um tabu de oito anos ao chegar à final. Desde que Gustavo Kuerten conquistou o tricampeonato de Roland Garros, em 2001, um brasileiro não decidia um título de Grand Slam. Naquele mesmo ano, Jaime Oncins também chegou à decisão das mistas, ao lado da argentina Paola Suárez - o título ficou com os espanhóis Virginia Ruano Pascual e Tomas Carbonell.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade