Pesquisar

Canais

Serviços

- Foto: World Surf League - Reprodução/ Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Surfista brasileira

Tatiana Weston-Webb vence etapa de Portugal do Mundial de surfe

Folhapress
07 mar 2022 às 14:20
Continua depois da publicidade

Tatiana Weston-Webb levou o título da etapa de Peniche da WSL (Liga Mundial de Surfe). A brasileira teve ótimo desempenho no mar gelado de Portugal e finalizou sua boa campanha derrotando a norte-americana Lakey Peterson na final.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A gaúcha obteve um 7,33 e um 8,00 na bateria decisiva, totalizando 15,33. Sua rival somou 14,27 (7,10 e 7,17). Na parte final do confronto, Peterson fez algumas tentativas de buscar a virada, sem sucesso. Em sua última onda, tirou 6,73, ficando mesmo com o vice-campeonato.

Continua depois da publicidade


O desempenho em Portugal representou uma recuperação para Weston-Webb, atual vice-campeã mundial. Ela havia ficado apenas em nono lugar nas duas primeiras etapas do campeonato e finalmente encontrou seu melhor surfe.


"Tive um início de ano ruim, justamente em dois locais em que eu achei que me sairia bem. Mas sei que Deus tem um plano e vou confiar. É continuar surfando, tentando o meu melhor e acreditando em mim mesmo", afirmou a brasileira.


Com o triunfo em Portugal, Tatiana ganhou seis posições no ranking e subiu para a quarta colocação, com 15.220 pontos. Estão à frente dela a costa-riquenha Brisa Hennessy (17.355), a havaiana Carissa Moore (16.495) e Peterson (16.495).

Continua depois da publicidade


Na disputa masculina, quem levou a melhor em Peniche foi o norte-americano Griffin Colapinto. Com um 7,67 e um 6,67, ele somou 14,34 e venceu a apertada decisão contra o brasileiro Filipe Toledo, que totalizou 14,20 (6,67 e 7,53).


O paulista chegou a 14.440 pontos e subiu para a quarta colocação no Mundial, atrás do japonês Kanoa Igarashi (17.290), do norte-americano Kelly Slater (14.650) e do havaiano Barron Mamiya (14.650). Colapinto (12.660) está em sétimo.


Haverá um corte na metade da temporada. Ao fim de cinco das dez etapas, apenas dez surfistas continuarão brigando pelo título na disputa masculina, outras dez na feminina. Entre os homens, além de Toledo, estão na zona de classificação Caio Ibelli (6º) e Italo Ferreira (10º).

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade