Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Saúde com alimentos

Conheça três sinergias nutricionais para ajudar seu intestino

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
02 set 2021 às 07:00
Continua depois da publicidade

Considerado nosso segundo cérebro, o intestino é responsável por mais do que você imagina. Se ele não estiver regulado então, pode intensificar os sintomas de ansiedade e depressão, uma vez que diversos neurotransmissores dependem da nossa microbiota intestinal. Além disso, a absorção de vitaminas especiais para o gerenciamento de ansiedade, depressão e transtornos do humor como vitamina B12, ácido fólico, vitamina D e o ferro tem sua absorção prejudicada em quem tem um intestino não saudável, mesmo consumindo boas fontes desses nutrientes. 

Continua depois da publicidade


E se você é desse time, não se desespere: uma boa alimentação pode ajudar a melhorar os sintomas. “Pode parecer clichê, mas se alimentar bem é fundamental para um bom funcionamento do nosso corpo como um todo. E isso não quer dizer que você precisa renunciar ao que gosta, mas você precisa saber se alimentar e entender como usar os alimentos a seu favor”, esclarece a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak.

Continua depois da publicidade


Com especializações no Canadá e Estados Unidos, a pesquisadora estuda há anos o poder dos alimentos terapêuticos aplicados, tanto na saúde quanto em doenças, e desenvolveu sinergias para ajudar o nosso corpo a funcionar melhor. Abaixo você confere 3 sinergias nutricionais para o intestino:


Intestino feliz: mamão, chia e amêndoas

Continua depois da publicidade


O mamão já é uma fruta conhecida por ajudar no intestino, mas você sabe o porquê? Ele tem função laxativa, o que faz o intestino contrair mais vezes, empurrando o bolo fecal para baixo. Além disso, ele possui papaína, uma enzima digestiva que melhora os gases e o processo de digestão de proteínas, mas, infelizmente, não é para todo mundo que ele tem esse efeito. 


Nessa sinergia com o mamão, ao adicionar as amêndoas (que tem fibras e gorduras) você aumenta o poder laxativo do mamão em 20,5%. As vitaminas E e os antioxidantes melhoram a absorção de água no intestino, deixando as fezes mais amolecidas, o que também facilita a descida do cocô. Algumas pessoas fazem o bolo fecal em pedaços, o que atrapalha o movimento do intestino, gerando muita dor e estufamento. E é aí que entra a chia, formando um gel que engloba tudo. Além disso, esse gel facilita a descida pelo Intestino.


A recomendação para essa sinergia: 1/2 mamão, 2 colheres de sopa de chia + 2 colheres de sopa de amêndoas ou farinha de amêndoas como ceia + 1 chá de erva doce com hortelã.


Intestino e ansiedade: linhaça, frutas amarelas ou arroxeadas e iogurte integral (ou de coco)


Um intestino desregulado, com baixa absorção de nutrientes, muitos gases, má alimentação e com poucos probióticos aumenta os hormônios da ansiedade. A ansiedade deixa o intestino mais inflamado, desregulado e com muitos gases, fora uma repercussão no estômago e nas enzimas digestivas. 


Para começar, precisamos de triptofano, um tipo de ingrediente presente nas proteínas que auxiliam no relaxamento, melhorando a ansiedade. Ele também ajuda a alimentar as bactérias do bem no intestino, ajudando a regular tanto para não ser preso demais e nem muito solto. Encontramos o triptofano no iogurte integral e no leite de coco natural. 


A ingestão destes ajuda nos probióticos por conter as bactérias do bem. Outro nutriente importante é a vitamina A, presente nas frutas e vegetais amarelos. Uma boa opção é a manga (se você tem intestino preso) ou a nectarina (se você tem intestino normal). A vitamina A é um anti-inflamatório natural que ajuda na desintoxicação do fígado, promovendo melhora na limpeza das toxinas do estresse e ansiedade. 


Já as antocianinas presentes nos alimentos “arroxeados e azulados”, como o mirtilo, são outro grupo de anti-inflamatórios naturais para os machucados do intestino e a diminuição dos danos cognitivos da ansiedade (falta de foco e concentração). Quanto a linhaça, ela é um dos poderosos aliados no combate a essas inflamações e, por isso, ela deve estar no dia a dia de quem tem ansiedade (que é uma inflamação).


A recomendação para essa sinergia: 1 colher de sopa de linhaça moída + 1 xícara de frutas amarelas ou arroxeadas ( ou ainda metade de cada) + 150 ml de iogurte natural integral ou iogurte de coco.


SII (Síndrome do intestino irritável): gengibre, erva-doce e hortelã.


Um dos grandes incômodos para quem tem SII é a cólica intestinal, causada pelos gases e má digestão. Para isso, uni 3 principais atores de sucesso nessa missão quase impossível de gerenciar. O gengibre tem a capacidade de desfazer as bolhas de gás, além de ajudar a movimentar o intestino para quem tem ele preso, ajustar náuseas e refluxo. 


Se você está com intestino solto demais, troque o gengibre por noz moscada. Já a erva doce ajuda a acalmar a mucosa do estômago e do intestino, melhorando a acidez, o desconforto e, principalmente, ajudando o pâncreas e estômago a liberarem enzimas digestivas para a comida “cair melhor”. 


A hortelã, além de antifúngico, antiviral e bactericida para questões de estômago e intestino, ajuda principalmente a prevenir infecções dessa bagunça intestinal. Mais do que isso, também melhora a digestibilidade e as cólicas. Se você não gosta, pode trocar por cardamomo. 


Com todas elas juntas, potencializamos o efeito em abordagens distintas, já que só uma não será capaz de ajudar na complexidade da SII. Você pode consumi-las como chá e tomar entre as refeições, pode temperar carnes, legumes e sopas. O mais importante é que esse trio DEVE fazer parte da sua vida.


A recomendação para essa sinergia: 1 colher de sobremesa de gengibre ralado + 4 folhas grandes de hortelã + 1 colher de chá de semente de erva doce ou 1 sache em 250 ml de água quente. Abafe por 8 min para extrair bem os nutrientes. Depois se quiser pode adicionar gelo para tomar gelado.


Para o chá lembre se de tomar morno ou gelado, nada muito quente e abafe por 8 min para ter todos os nutrientes bem extraído

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade