Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Bem-estar dos pets

Com promessa de novos serviços, CMTU assume proteção animal

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
25 mar 2024 às 15:30
- Pedro Marconi
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) assumiu oficialmente, nesta segunda-feira (25), os serviços que tratam de bem-estar animal em Londrina. Uma cerimônia realizada no gabinete do prefeito Marcelo Belinati marcou a transferência da política pública da Sema (Secretaria Municipal do Ambiente) para a autarquia. Em dezembro do ano passado, a Câmara aprovou o projeto de lei encaminhado pelo Executivo que estabelecia a alteração.


A promessa é de que a partir de agora deverão ser implementados novas medidas de proteção e defesa dos animais. A principal é a contratação de uma empresa que vai oferecer atendimentos clínicos para casos de menor complexidade, exames rápidos e a coleta e destinação de corpos de animais mortos, de pequeno ou grande porte.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Além disso, a terceirizada também será a responsável pelo Samuvet, que vai contar com uma equipe de veterinários que ficará 24 horas por dia à disposição para socorrer animais vítimas de acidentes e de maus-tratos. “Inicialmente (os serviços) serão direcionados para o público de baixa renda, pessoas que não têm condição de dar o devido tratamento a estes animais”, destacou o presidente da CMTU, Marcelo Cortez.

Leia mais:

Imagem de destaque
Após caso envolvendo escritora

Ataque de pitbulls: especialista defende que a questão é educar humanos

Imagem de destaque
Nesta sexta

Londrina terá ação educativa com crianças para combater a violência contra animais

Imagem de destaque
Nova pesquisa

Amantes de pets, londrinenses gastam, em média, R$193,30 mensais com cãozinho

Imagem de destaque
ExpoPet

ExpoLondrina permite entrada de animais domésticos pela primeira vez


A proposta é de que seja feito um censo dos animais, combatendo o abandono. “Cada animal que for atendido na clínica será chipado e cadastrado, sendo vinculado ao seu tutor, para que quando haja um abandono ou maus-tratos, tenhamos quem responsabilizar”, explicou. A licitação, ainda a ser publicada, tem custo anual de cerca de R$ 3 milhões. A projeção é de que os serviços entrem em funcionamento em maio.

Publicidade


Centro de Bem-Estar


O Castramóvel segue sendo executado por uma terceirizada já com vínculo junto ao município. Outro projeto é a construção do Centro de Bem-Estar Animal no jardim Alpes, na zona norte. Em dezembro, a FOLHA mostrou que o compromisso da prefeitura era iniciar a obra em janeiro. No entanto, isso não aconteceu. O município informou nesta segunda que ainda faltam autorizações ambientais, em razão da necessidade de erradicação de árvores, mas que o assunto deverá ser superado nas próximas semanas.


A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização terá um orçamento inicial de R$ 9 milhões para as ações voltadas aos animais. São R$ 6 milhões de recursos do poder público e outros R$ 3 milhões oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Diego Garcia.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
CMTU assume proteção animal com promessa de novos serviços
Companhia vai contratar terceirizada para atendimentos clínicos de menor complexidade, coleta de animais mortos e implementação do Samuvet
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade