Pesquisar

Canais

Serviços

Laura Stanley/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Anote!

Confira cuidados com seu pet no verão

Redação Bonde com assessoria de imprensa
21 dez 2021 às 12:30
Continua depois da publicidade

O verão é motivo de felicidade para muitos, mas é também época de ficar atento aos animais de estimação. Além de desconforto, os dias quentes podem trazer grandes perigos aos pets.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

No Brasil, há temperaturas muito altas no verão. Se os humanos já sofrem com esse calor, os pets são ainda mais afetados. Nós transpiramos para controlar a temperatura corporal, já eles possuem pouquíssimas glândulas sudoríparas espalhadas pelo corpo e não conseguem controlar a temperatura dessa forma.

 

Portanto, é necessário estar atento a algumas recomendações que podem salvar a vida de seu pet e trazer mais conforto aos dias quentes. O médico-veterinário Flavio Silva, supervisor de capacitação técnico-científica da Premier Pet, dá algumas dicas.

Continua depois da publicidade

 

Sobre a alimentação, é comum que o animal demonstre oscilações no apetite. Se ele não quiser comer de dia, tente oferecer em outro momento, de preferência no período da noite quando a temperatura está mais amena. Cuidado com a ração, ela não deve ficar exposta ao calor o dia todo, pois isso pode estragar o alimento.

 

A hidratação também é muito importante, sempre fique atento para que a vasilha de água nunca fique vazia. Às vezes, por falta de água, o animal recorre a outros lugares como, por exemplo, a piscina, e isso é muito perigoso, já que a água tem produtos químicos.

 

A tosa pode ajudar muito no conforto de seu animal. Imagine no calor você ter que andar com um casaco de pelos compridos e densos - é isso que seu pet passa todos os dias, então sempre bom manter os pelinhos curtinhos para aliviar a temperatura. O banho é essencial para a higiene, mas é preciso secar bem o pelo para prevenir a proliferação de fungos e bactérias.

 

E quanto ao passeio, é preciso sempre lembrar que nós usamos calçados, nossos animais não. Por isso não os leve para passear em horários de sol forte, asfaltos e pisos muito quentes, podem queimar a patinha deles e provocar lesões.

 

Muito não sabem, mas, animais com a pele clara e pelos brancos também devem usar protetor solar específico para cães. Os raios ultravioletas podem causar queimaduras e até mesmo o câncer de pele. Atenção especial às áreas mais expostas: focinho, ponta das orelhas e patas.

Continue lendo