Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Dicas

Saiba como manter seu pet confortável e seguro no verão

Reportagem Local
13 fev 2024 às 08:40
- Pixabay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com a chegada do verão, uma preocupação extra ganha destaque para aqueles que escolhem compartilhar a vida com um cão ou um gato: os efeitos do calor sobre nossos leais amigos peludos. As altas temperaturas afetam com mais intensidade cães e gatos, cujos mecanismos de regulação térmica diferem dos humanos, pois possuem poucas glândulas de suor. A regulação térmica nesses animais ocorre principalmente pela respiração ofegante e pela transpiração através das patas e focinhos, isso os torna mais suscetíveis aos efeitos adversos do calor. Ainda, é importante termos em mente que sua temperatura corpórea varia de 37,5 a 39,2 °C em cães e 37,8 a 39,2 °C em gatos.


Geralmente, notamos que os cães estão com calor por estarem ofegantes e com a língua para fora. Mas e os gatos? Esses animais não costumam ficar ofegantes como os cães, mas podem apresentar uma respiração acelerada, boca semiaberta e se lambem com maior frequência, além de apresentar salivação intensa, miados mais frequentes, falta de apetite e apatia. O calor intenso também pode causar insolação, queimaduras, problemas respiratórios e aumento da proliferação de pulgas e carrapatos, exigindo proteção adequada.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para garantir o bem-estar dos animais e protegê-los durante esse verão, é importante adotar medidas de cuidados e proporcionar um ambiente seguro e confortável para os peludos:

Leia mais:

Imagem de destaque
Nesta sexta

Londrina terá ação educativa com crianças para combater a violência contra animais

Imagem de destaque
Nova pesquisa

Amantes de pets, londrinenses gastam, em média, R$193,30 mensais com cãozinho

Imagem de destaque
ExpoPet

ExpoLondrina permite entrada de animais domésticos pela primeira vez

Imagem de destaque
5 de abril

Dia do filho: saiba por que os pets estão sendo considerados membros da família


Água fresca deve estar disponível em quantidade suficiente durante o dia todo. É interessante manter potes de água em diferentes áreas da casa. Cuidado para não deixar o pote exposto ao sol!

Publicidade


Não leve seu pet para passear ou brincar ao ar livre nos horários mais quentes do dia! Procure realizar essas atividades no início da manhã ou após o pôr do sol.


Certifique-se de que seu animal possui abrigo na sombra nas áreas externas da casa e que dentro de casa esteja bem arejado e ventilado.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
Como manter seu pet confortável e seguro no verão
Com a chegada do verão, uma preocupação extra ganha destaque para aqueles que escolhem compartilhar a vida com um cão ou um gato: os efeitos do calor sobre nossos leais amigos peludos. As altas temperaturas afetam com mais intensidade cães e gatos, cujos
Imagem
HPV pode afetar a garganta e provocar câncer de laringe
A infecção por HPV é uma das mais comuns entre as chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade