Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Entenda

HPV pode afetar a garganta e provocar câncer de laringe

Reportagem Local
13 fev 2024 às 08:35
- Freepik
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A infecção por HPV é uma das mais comuns entre as chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). E, embora seja mais frequente contrair o HPV genital, há também casos de HPV na garganta – o que muita gente desconhece. Por isso, sempre vale o alerta!


A transmissão, neste caso, se dá por meio do sexo oral ou mesmo pelo contato entre bocas. O diagnóstico, por sua vez, assim como os tratamentos indicados, cabe ao médico otorrinolaringologista, que é o especialista mais indicado a lidar com o problema.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A principal característica dessa infecção é a presença de verrugas na garganta, na boca, na língua ou na mucosa da bochecha. A rouquidão progressiva é outro sintoma que pode se somar, caso haja acometimento das cordas vocais – que também pode ensejar câncer de laringe. Esta, aliás, é a maior preocupação que se tem em relação a esse vírus, quando presente nas vias aéreas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Anvisa discute regulamentação de cigarro eletrônico no Brasil

Imagem de destaque
Pacientes de até 12 anos

Unimed Londrina inaugura nova unidade de atendimento pediátrico 24 horas

Imagem de destaque
Entenda

Saúde não vai ampliar faixa etária de vacinação contra a dengue no PR

Imagem de destaque
Municípios decidem estratégias

Saúde amplia vacina contra a dengue com vencimento até 30 de abril para 4 a 59 anos


Por isso, a prevenção é sempre o melhor (e mais barato) remédio. Sintomas, obviamente, precisam ser investigados quando surgem. O primeiro passo, no caso do HPV de garganta, é a realização de uma avaliação otorrinolaringológica geral, complementada com um exame de videofaringolaringoscopia para visualizar a região.


Através desse procedimento, é possível identificar as lesões ocasionadas pelo chamado papilomavírus, que, na maioria das vezes, é muito característica e fácil de reconhecer. Elas se assemelham a cachos de uva com pequenos pontos escuros e podem estar restritas a uma porção da laringe, como as pregas vocais, as pregas vestibulares, a epiglote e outras regiões da garganta.


LEIA MAIS NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
HPV também pode afetar a garganta e provocar câncer de laringe
A infecção por HPV é uma das mais comuns entre as chamadas doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). E, embora seja mais frequente contrair o HPV genital, há também casos de HPV na garganta – o que muita gente desconhece. Por isso, sempre vale o alerta!A
Imagem
UEL registra 61% de mulheres nos cursos de pós-graduação
Levantamento realizado pela ProPPG (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação) para o Dia Internacional das Mulheres e Meninas nas Ciências, comemorado neste domingo (11), aponta que a presença feminina já é superior à masculina.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade