Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Corredor das Águas

Mesmo no frio, lagos e praias de água doce são convite ao lazer no Paraná

Redação Bonde
18 jul 2016 às 14:09
Continua depois da publicidade

A região Noroeste do Paraná é conhecida turisticamente como "Corredor das Águas", por ser banhada por vários lagos e rios, como o Paraná, Paranapanema, Piquiri e Ivaí. Para os amantes da natureza, esses rios apresentam muitas oportunidades de lazer, possibilitando principalmente a prática de turismo de aventura, de pesca e náutico.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Com fauna e flora abundante, o ecoturismo está muito presente na região como, por exemplo, em Campo Mourão, onde a Estação Ecológica do Cerrado é um verdadeiro santuário de preservação de um ecossistema ameaçado de extinção. Em sua área, além da contemplação da natureza dentro dos conceitos de educação ambiental, é possível conhecer o herbário com grande variedade de plantas medicinais. Outra área de conservação muito importante e que abrange diversos municípios é o Parque Nacional de Ilha Grande, que permite que seus visitantes realizem caminhadas em suas trilhas, com contemplação e interpretação de cada
cenário natural.

Continua depois da publicidade


Parques aquáticos e de lazer, águas minerais, águas termais e outras estruturas são opções para quem procura diversão e descanso, mesmo nos meses mais frios do ano. Maringá oferece uma completa estrutura de lazer, que inclui parques aquáticos com toboáguas, piscina de ondas, rio artificial com correnteza e muito entretenimento. Parque aquático com hospedagem de lazer também é o forte de Iguaraçu e Porto Rico. Em Iretama, uma fonte de água termal é a atração principal de um grande equipamento de hospedagem e lazer de reconhecimento nacional.


Turismo de Pesca


Como não poderia deixar de ser, no Corredor das Águas o que não faltam são espaços propícios para o turismo de pesca e náutico. Nos rios da região encontram-se peixes como a piapara, o piaçu, o jaú, o pacu, o dourado e o tucunaré, pescados em torneios nos municípios de Alto Paraíso, Querência do Norte, São Pedro do Paraná, Marilena, Jardim Olinda, entre outros. Já a Costa Rica, formada pelos municípios que margeiam os rios Paraná e Paranapanema, fomenta as atividades náuticas na região, assim como o Parque Nacional de Ilha Grande, constituído por ilhas e ilhotas fluviais. Os parques aquáticos também costumam apresentar boas opções de lazer e descanso, uma vez que contam com águas termais, minerais, piscinas com ondas, toboáguas e rios artificiais com correntezas.

Continua depois da publicidade


Quase na divisa com o Mato Grosso do Sul, Porto Rico (a 172 km de Maringá e 267 km de Londrina) é uma das principais cidades que fazem parte do Corredor das Águas. Suas praias estão entre as mais apreciadas pela população do Noroeste do Paraná. Com a barragem da Hidrelétrica de Primavera em São Paulo e da Hidrelétrica de Itaipu no Paraná, o nível do rio se alterou, permanecendo sempre baixo, criando lindas praias, com locais próprios para banho, passeios de barco, esportes náuticos e pescaria. Em Porto Rico, o Rio Paraná permite a prática da pesca em um ambiente rico em belezas naturais e espécies com infraestrutura compatível. Um verdadeiro convite aos astutos pescadores.


Turismo Rural


Dos circuitos de turismo rural na agricultura familiar aos hotéis fazenda, no Paraná a ruralidade toma conta do dia a dia. Em todo o estado existem opções para quem procura a vivência do turismo comprometido com o meio rural e com a produção agropecuária, que resgata e promove a valorização do patrimônio cultural e natural das localidades paranaenses.


Na região destaca-se o circuito rural-cultural Caminhos da Natureza com Sabor, em Cianorte, ótima opção para descobrir as maravilhas da cidade.


Hospedagem: para quem procura uma maior vivência com o meio rural, existem hotéis que proporcionam isto, como o Hotel Fazenda Salto Bandeirantes, em Santa Fé, que proporciona diversas atividades aos seus hóspedes. Clique e descubra outras opções de hospedagem no meio rural.


Ecoturismo


A região abriga vegetação e fauna de grande valor em paisagens que encantam o visitante. A Estação Ecológica do Cerrado em Campo Mourão é um verdadeiro tesouro de preservação desse ecossistema remanescente do quaternário antigo, ameaçado de extinção. Em sua área, além da contemplação da natureza, dentro de conceitos de educação ambiental, é possível conhecer o herbário com grande variedade de plantas medicinais. Mas a natureza propiciou ainda para a região o Parque Nacional da Ilha Grande que ocupa áreas de diversos municípios, permitindo caminhadas e passeios pelas belíssimas ilhas e trilhas, com possibilidade de contemplação e interpretação de cada cenário natural, e, o Parque Estadual de Vila Rica do Espírito Santo em Fênix, refúgio de raros exemplares da fauna e flora da floresta tropical.


Outras atividades de ecoturismo voltadas a contemplação da natureza dentro de conceitos de educação ambiental também podem ser realizadas na reserva de perobas do Cinturão Verde em Cianorte, no Parque Estadual do Lago Azul em Campo Mourão, na Reserva Ecológica do Caiuá em Diamante do Norte, no Parque Estadual de Amaporã e em outras áreas de lazer de lazer da extensa região que forma o Corredor das Águas.


Turismo de Esporte


A prática de esportes e competições também têm destaque, com ótimas condições para o voo livre no Morro Três Irmãos, no município de Terra Rica. O local é reconhecido como um dos melhores para a prática dessa atividade no sul do Brasil e também sedia o Festival de Voo Livre e Turismo, que oferece torneios, acampamentos, shows e roteiros turísticos de aventura, além da realização das etapas do Campeonato Paranaense de Voo Livre. Outras práticas comuns são o golfe, em Iguaraçu, jet-sky, esqui aquático e canoagem, em Campo Mourão. Maratonas, rodeios, montain-bike, motocross, jipes e balonismo entre outros, são oportunidades que a região oferece para os amantes de esportes.


Turismo Náutico


Formada pelos municípios que margeiam os rios Paraná e Paranapanema, a conhecida Costa Rica fomenta principalmente as atividades náuticas na região. No rio Paraná atraentes praias são formadas, com locais próprios para banho, passeios de barco e esportes náuticos. Várias marinas e outros serviços para barcos são ofercidos em Porto Rico, em São Pedro do Paraná, Marilena, Querência do Norte e Icariaíma. Destacam-se ainda os condomínios de moradia e lazer que se espalham por todos os rios, colorindo suas orlas e proporcionando oportunidades de desenvolvimento econômico às comunidades ribeirinhas dos municípios.


O Parque Nacional da Ilha Grande é constituído por ilhas e ilhotas fluviais, e nele encontra-se o último trecho livre de represamento, propiciando passeios de barco para a contemplação da flora e fauna local. O Parque Estadual do Lago Azul, em Campo Mourão, oferece diversas atividades de lazer e entretenimento em cenários de belezas naturais, que também se multiplicam nos lagos de Rosana e Taquaruçu no Rio Paranapanema.


Turismo Gastronômico


No Paraná as cidades são marcadas pelas festividades gastronômicas, eventos onde a culinária típica é apreciada em meio às manifestações culturais de cada localidade.


Na região o prato mais tradicional é o Carneiro no Buraco, típico do município de Campo Mourão. A iguaria foi criada na década de 60, e hoje é servida durante a Festa do Carneiro no Buraco, um dos principais eventos da região. Na festa o participante pode degustar o prato típico que dá nome ao evento, além de apreciar apresentações de rodeio, feiras gastronômicas e agroindustriais e parque de diversões. Outro destaque é a Festa dos Pratos Típicos – COMCAMFEST- também realizada em Campo Mourão.


*A criação e gestão da região turística do Corredor das Águas é responsabilidade da Rede de Turismo Regional (RETUR), OSCIP voltada ao desenvolvimento do turismo regional.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade