Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Mais uma interdição

19 mar 2010 às 09:28
Continua depois da publicidade

A interdição do Ginásio do Moringão, determinada pela Fundação de Esportes, faz Londrina bater um verdadeiro recorde nacional de praças esportivas sem condições de comportar eventos. Os riscos provocados pela péssima situação do piso da quadra deram ao grande ginásio de esportes o mesmo destino do Estádio do Café e do VGD. Com isso, o LEC teve que jogar em Paranavaí e o time de basquete da ADL tem que buscar outra alternativa, a de atuar em ginásios com capacidades menores de público.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A história do Café e do Vitorino Dias já é conhecida de todos. Problemas estruturais colocam em risco o torcedor. No VGD as marquises da parte coberta ameaçam ruir enquanto no Estádio do Café as estruturas metálicas (também da cobertura) corroídas pelo tempo e pela falta de manutenção também representam falta de segurança.

Continua depois da publicidade


No Moringão o perigo não vem de cima. Está no piso de madeira que de tanto ser lixado para acertos, acabou se transformando numa fina lâmina que quando se solta e se torna em algo muito afiado, capaz de repetir a tragédia acontecida em Guarapuava. Dois casos, recentes, foram verificados de ferimentos em atletas, provocados por uma lasca que se soltou do piso e um prego rombudo, de fixação saliente devido ao desgaste da madeira.


De forma acertada a Fundação determinou a interdição, afinal é preciso garantir a integridade de quem pratica esporte, mas agora só Deus sabe quando o problema será resolvido devido a falta de dinheiro.


O curioso é que o Ginásio passou por uma bela reforma e ganhou muito com a colocação das cadeiras, porém se esqueceram do piso, deficiência generalizada nos ginásios de esportes paranaenses e só despertada pela fatalidade ocorrida em Guarapuava.

Continua depois da publicidade


Deixo aqui uma sugestão à FEL: como o Ginásio é constantemente alugado para formaturas, shows e encontros religiosos, que use o dinheiro arrecadado na manutenção do mesmo. É só determina um preço fixo e justo e aplicar o faturamento nas necessidades do Moringão.


De técnico novo


A direção do LEC marcou para o dia 29, em Londrina, a apresentação do time que vai disputar o Campeonato Paranaense de Acesso, a nossa Segundona. Daquele grupo que participou da Copa do Brasil somente onze jogarão seguirão no elenco. Nem mesmo o técnico Ademir Bertóglio virá. Para o seu lugar foi contratado Célio Silva, antigo zagueiro do Internacional, Corinthians, Flamengo e Seleção Brasileira.


Como jogador Célio teve uma bela carreira. Como técnico ainda não conseguiu decolar. Aqui no Paraná ele teve uma discreta passagem pelo Paranavaí. De qualquer forma, é um elemento conhecido e que poderá realizar um bom trabalho aqui. A contratação de Célio Silva vem de encontro à vontade dos torcedores que viram o Tubarão na Copa do Brasil e não gostaram.

Agora é esperar pelos jogadores. Como o treinador já adiantou que quer trabalhar com 28 atletas e apenas onze virão de Campo Mourão, outros dezessete deverão ser contratados. Que sejam jogadores de boa qualidade, na medida certa para encarar a dureza da Segunda Divisão. Como o Londrina só estreará na segunda rodada, dia 9 de maio, Célio Silva terá 40 dias para a preparação do time.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade