Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Google das crianças

Novo sistema de buscas de sites para crianças bloqueia drogas, nudez e violência

Redação Bonde
08 mar 2016 às 17:58
Continua depois da publicidade

O Google lançou no início do mês de março uma ferramenta de buscas que mantém o controle dos sites acessados pelas crianças no computador.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O Kiddle utiliza a tecnologia de pesquisas do Google, no entanto, não é um serviço oficial da empresa. Ele foi criado, exclusivamente, para as crianças poderem usufruírem de um visual divertido, permitindo encontrar resultados na web, imagens, notícias e vídeos.


A novidade impede que as crianças busquem palavras inapropriadas, envolvendo drogas, nudez e violência, por exemplo. Caso aconteça, aparecerá um alerta na tela do computador.


O Kiddle pode ser acessado pelo navegador web do computador ou no celular, pelo endereço: www.kiddle.co. Ele tem um mascote, que é um robô virtual, além de uma interface colorida e divertiva. Está disponível apenas em inglês.


Outro ponto interessante, é que em cada busca há opções com linguagem facilitada para crianças. Os três primeiros resultados mostram páginas feitas especialmente para elas, verificados por editores do site de buscas. Do item 4 ao 7, estão sites confiáveis com conteúdo simples. E após essas páginas, aparecem outras, que podem ser escritas por adultos, com controle de filtros do Google Safe Search.

Continua depois da publicidade


Os resultados são exibidos com fonte grande em Arial, para uma leitura simplificada para os pequenos e oferecem imagens maiores.


Em relação a privacidade, o site afirma não coletar dados e os registros identificados são apagados a cada 24 horas dos servidores. As buscas são feitas de forma gratuita e estão disponíveis no Brasil, com a desvantagem de ter resultados exibidos em inglês.

Entretanto, a garantia de busca segura não é de 100%. Usuários tem reclamado no Twitter de terem encontrado "nudes" de celebridades que trabalham com público infantil e conteúdo violento contra animais. (Com informações do techtudo).


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade