Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação/Acesf
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba as intervenções

Acesf divulga balanço de obras realizadas em cemitérios londrinenses

Redação Bonde com N.com
19 mai 2021 às 11:42
Continua depois da publicidade

Um balanço das ações realizadas pela Acesf (Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários) em cemitérios municipais de Londrina foi divulgado na tarde desta terça-feira (18).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Foram construídas 300 vagas verticais para sepultamentos de adultos e 140 lóculos infantis, no Cemitério Municipal Jardim da Saudade, localizado na Avenida Saul Elkind, 2.805, no Conjunto Vivi Xavier (zona norte).

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Cada gaveta pode ser alugada por até três anos seguidos, ao custo de R$ 600,00 para adultos e, por até 18 meses ao custo de R$ 300,00 no caso de lóculo infantil. Segundo o Executivo, nos lóculos, os corpos são sepultados e devidamente isolados do ambiente exterior, impedindo a passagem de líquidos ou gases, o que ajuda a não contaminar a terra e os lençóis freáticos. A intenção da autarquia é que, até o final de 2021, mais gavetas sejam construídas.


Ainda neste cemitério, o muro do entorno está sendo revitalizado e ampliado. Para a Acesf, a obra dará mais segurança e proteção aos cidadãos que utilizam o espaço.


Capelas mortuárias - Em abril de 2021, foi assinada a ordem de serviço para a construção da uma nova capela mortuária em Londrina, localizada na Avenida Guilherme de Almeida, próximo à Praça da Juventude. No local, funcionava a sede da antiga usina de asfalto do Pavilon, na região sul.

Continua depois da publicidade


A área total a ser construída é de 276,94 m², distribuída em duas salas individualizadas para velórios, com copa, banheiros, área de convívio comum, climatização, além de área externa com arborização, iluminação e acessibilidade.


O projeto foi planejado pela equipe do IPPUL (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina). A contratação da Construtora Regioli Ltda Me deu-se por meio de licitação, onde foi possível economizar mais de R$ 220 mil. Isso porque, o valor máximo estipulado era de R$ 1.183.735,49, mas graças ao processo licitatório, a execução da obra saiu por R$ 957.665,75. A previsão de término das obras é fevereiro de 2022.


Uma licitação para a contratação dos projetos e serviços de engenharia prevê a construção capelas mortuárias no Distrito de São Luiz e no Cafezal. De acordo com a Acesf, serão realizados os planejamentos estruturais, como de fundações; projeto de instalações elétricas e cabeamento estruturado; de instalações hidráulica, de prevenção e combate a incêndios; de sinalização e comunicação visual e de sondagem de solo. O município poderá licitar a contratação das obras após a conclusão dessas intervenções.


Reforma de capelas – Foram realizadas as reformas nas capelas mortuárias do jardim Santa Rita, Parque Jamaica, União da Vitória II, Maracanã e no União da Vitória.


Após avaliação dos locais, foram feitos reparos nos telhados, na parte elétrica e hidráulica e a pintura na parte interna e externa sempre que necessário.


Na Capela do Maracanã foi feita a pintura interna e externa e reconstrução do muro que cerca do espaço e a construção de calçadas adaptadas às pessoas com mobilidade reduzida.


Na Capela Mortuária Arcídio Carreira, que fica no Parque Jamaica, foi aumentada a calçada interna. Os bancos – que estavam na grama ou no pedrisco – agora ficam em uma área calçada. Foram pintadas as paredes internas e externas, e feitos reparos no telhado, com a troca de telhas, calhas de água da chuva e vedação nova.


Em Londrina, há 19 capelas mortuárias, sendo cinco na área rural, nos distritos de Maravilha, Paiquerê, Guaravera, Lerroville e Warta.


Iluminação – Existe um contrato firmado entre a Acesf e a Sercomtel Iluminação para a iluminação em LED dos Cemitérios Municipais Padre Anchieta, São Pedro e o João XXIII. Segundo a Prefeitura, foram investidos R$ 140 mil neste projet para os três cemitérios citados.


No Cemitério Municipal Padre Anchieta, no Jardim Ideal (região leste), foram instalados 18 pontos de iluminação LED no interior. No Cemitério Municipal João XXIII, no Jardim Higienópolis (região centro sul da cidade), foram colocadas outras 14 luminárias do mesmo padrão em LED. Já no Cemitério São Pedro, foram instaladas 18 luminárias, distribuídas em 17 postes de 9 metros de altura.


Georreferenciamento – Desde fevereiro de 2021, imagens aéreas dos cemitérios municipais são colhidas com o drone. As imagens serão utilizadas durante o processo de reconhecimento das coordenadas geográficas do local, em conjunto com as informações contidas nos mapas e em outras fotografias. Ao serem aplicadas aos mapas das quadras e dos jazigos, a autarquia espera identificar todas as sepulturas com as informações de busca com imagens. O primeiro cemitério a receber o georreferenciamento foi o São Pedro, que é o mais antigo dentre os urbanos da cidade e está localizado na região central (Rua Alagoas, 825 ).

Limpeza – De acordo com o órgão, além da limpeza com a varrição e lavagem dos espaços, a roçagem e capina tem sido reforçada.


Continue lendo