Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Falta doadoras

Banco de leite do HU de Londrina precisa de doações

Redação - Folha de Londrina
11 jul 2003 às 18:30
Continua depois da publicidade

O Hospital Universitário (HU) de Londrina está passando por dificuldades com a falta de leite materno. O motivo é a falta de doações e o aumento na demanda. Atualmente, as geladeiras do Banco de Leite estão praticamente vazias.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O HU é responsável por fornecer leite para as três Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neo-natais da cidade, que atende, no total, aproximadamente 250 crianças por mês.

Continua depois da publicidade


A crise é tanta que o Banco de Leite teve que determinar prioridades para a doação do pouco produto recolhido. A prioridade são os prematuros, mas bebês com baixo peso, com baixa imunidade e alérgicos ao leite de vaca também precisam receber leite materno. Atualmente, o leite não é suficiente nem mesmo para os prematuros.


De acordo com a coordenadora do Banco de Leite, a enfermeira Márcia Benevuto de Oliveira, a falta de doadoras acontece porque o hospital não vêm conseguindo conversar com as mães alguns dias após o parto, época em que o leite começa a sobrar.


A enfermeira diz que, durante o ano, são cerca de sete mil nascimentos, o que dá uma média de 580 partos por mês. Porém, apenas 165 mães procuraram o HU para fazerem doações de leite. ''Sabemos que muitas mães não podem doar porque não têm leite suficiente. Mas mesmo assim o número de doadoras é baixo'', afirmou.

Continua depois da publicidade


A dona-de-casa Maria Helena Januário da Silva, 35 anos, moradora do Jardim Santiago II (zona oeste), é mãe de quatro filhos e doadora de leite pela segunda vez. Maria Helena é uma das felizardas que podem amamentar a filha recém-nascida e ajudar outras mães. Ela foi avisada da doação por uma amiga que era enfermeira. ''Eu acho que é um compromisso de mãe ajudar os outros. Enquanto meu leite sobrar, vou doar. Se não doasse, teria que jogar fora'', explica.

A doação de leite, de acordo com Márcia, é fácil e não causa problemas ou dores para as doadoras. Só é preciso telefonar para o HU - (43) 3371-2390 - que uma equipe é enviada para ensinar a mãe como tirar e armazenar o leite. Depois de alguns dias, a equipe volta para pegar o leite.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade