25/10/20
PUBLICIDADE
Quarentena na cidade

Belinati se irrita com festa durante quarentena e cobra conscientização



Em sua live semanal, realizada no domingo (30), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, se irritou e criticou duramente a realização de eventos que aglomeram pessoas e os empresários que os promovem. Como exemplo da falta de conscientização, exibiu durante todo o seu pronunciamento uma gravação de uma festa onde mais de 300 pessoas estão no mesmo espaço e sem qualquer tipo de equipamento de proteção. "Fico revoltado, é muita irresponsabilidade perante todos os esforços que fizemos - ampliação de leitos, planejamento para compra de equipamentos de proteção individual, contratação de médicos, enfermeiros e técnicos". Do ponto de vista do prefeito, eventos como esse colocam em risco a vida de pessoas que estão se cuidando e também das que estão na linha de frente e "mostram que existe muita gente que não está dando a devida atenção à epidemia", indignou-se.


Boletim municipal: Londrina tem duas novas mortes e mais 149 confirmações de Covid-19

Pesquisa publicada no dia 4 de agosto aponta que 8% da população londrinense afirma que está vivendo como antes da pandemia do novo coronavírus e que não fez nenhuma mudança em sua rotina. A informação é fruto da pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Multicultural em parceria com o Grupo FOLHA e a Rádio Paiquerê 91,7 FM. "Não dá pra ficar de babá. Cada pessoa deve cuidar dela mesma e assim estará contribuindo para o todo, afinal, numa metrópole como a nossa, não é possível estarmos em todos os lugares o tempo todo", enfatizou. Sobre os clubes, o prefeito falou que pode flexibilizar as atividades , como as individuais e restaurantes. As aulas presenciais permanecem suspensas até 30 de setembro.

O prefeito ressaltou ainda o importante trabalho da Guarda Municipal, Polícia Militar, Civil e Ministério Público. Conforme dados apresentados, a Guarda Municipal realizou 6 mil notificações durante fiscalizações. "Vou falar 100 mil vezes se for preciso. Vou fazer, orientar e continuar pedindo que as pessoas se protejam. É só ter consciência", ratificou. Entre os esforços da prefeitura, Belinati ressaltou a ampliação de 140 leitos de UTI o que forma uma total de 400. Entretanto, lembrou que o atendimento é destinado a Londrina e região. "Todas as nossas decisões são com base na saúde epidemiológica e quem não cumpre as regras de segurança está prejudicando a cidade toda, tanto do ponto de vista da saúde como da economia. E se isso continuar sem freio, vamos ter que fechar e prejudicar pai de família que tem que trabalhar", afirmou.

[b]Saiba mais detalhes sobre o que o prefeito Marcelo Belinati disse na Folha de Londrina.
Walkiria Vieira - Grupo Folha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Em Campo Mourão

Homem é flagrado com esmeraldas sem documentação na BR-369

24 OUT 2020 às 15h25
Operação da PF

Maringá: Suspeito de enviar molho de tomate em vez de mercadorias é detido

24 OUT 2020 às 15h13
Na madrugada

Adolescente de 15 anos é assassinado dentro de casa em Ibiporã

24 OUT 2020 às 11h17
Obituário

Falecimentos dos dias 23 e 24 de outubro de 2020 em Londrina e região

24 OUT 2020 às 10h11
Carteira de identidade

Polícia Civil lança ferramenta para pedido remoto da 2ª via do RG

23 OUT 2020 às 17h40
Eleições 2020

Associação de magistrados reage a críticas de Boca Aberta contra juiz eleitoral

23 OUT 2020 às 17h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados