Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/SRP
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
50ª edição

Cavalgada da Expo Londrina reúne mais de mil pessoas

Carolina Avansini - Folha de Londrina
15 mar 2010 às 10:02
Continua depois da publicidade

Cavaleiros paramentados com chapéus e botas, animados pelo som dos berrantes, abriram oficialmente a temporada de rodeios, shows sertanejos, leilões e outras atrações que devem marcar a 50 edição da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, a partir do dia 1º de abril. Em cavalos, mulas e até mesmo touros, eles participaram, ontem, da 3 Cavalgada da Expolondrina, que anuncia o evento.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

De acordo com a assessoria de imprensa da Sociedade Rural do Paraná, que promove a festa, aproximadamente mil cavaleiros divididos em 30 tropas participaram do percurso de nove quilometros entre o Marco Zero (Zona Leste) e o Parque de Exposição Ney Braga (Zona Oeste), passando por importantes avenidas da cidade.

Continua depois da publicidade


Homens, mulheres e crianças vieram de várias cidades da região para participar do passeio. Alguns cavaleiros chegaram a dormir no parque de Exposições Ney Braga para não correrem o risco de perder o evento. Vindos de Florestópolis (Norte), os cavaleiros da comitiva ''100 Destino'' exibiram uma tropa bem tradicional, formada apenas por burros. ''Somos uma das únicas que possui cargueiro e berranteiro'', explicou o produtor rural Anesto Carvalho.


De Cambé (Norte), o patriarca Albino Inocente, 83 anos, comandava a comitiva ''Inocente'' com a ajuda do neto Lucas Inocente Vezozzo, 19, que herdou do avô a mula ''Londrina'' e o gosto pelos cavalos. ''Moro na fazenda desde que nasci. Os animais são a minha vida'', contou o rapaz. Conforme Albino, a comitiva tem 25 pessoas da família. ''São meus filhos e meus netos'', disse ele, que é pioneiro em Cambé. ''Lido com animais desde 1944, quando tinha 15 anos.''


Com apenas 4 anos, o pequeno Kallison participou da cavalgada na companhia do irmão Kaleb, 14, e do pai, o funcionário estadual Gilmar Brene. Integrante da comitiva Cristo Rei, o garoto, que pretende ser ''montador de cavalo'' quando crescer, mostrou desenvoltura no lombo da mula ''Formiga''. ''Meu pai que me ensinou a montar'', disse.

Continua depois da publicidade


Já o proprietário de laboratório ótico e peão de rodeios nas horas vagas, Jefferson Wilder, trouxe o touro ''Blade'', que homenageia o clássico caçador de andróides Blade Runner, para cavalgar pelas ruas de Londrina.


Quadrinha


Na mesma comitiva, o salva-vidas de rodeios Luis Fabiano, que mora em Osasco (SP), montou um burro ainda em fase de doma para prestigiar a Expo de Londrina. ''Sou mais conhecido como Pirilampo'', revelou. Natural do Norte do Paraná, ele foi para a grande São Paulo para ficar mais perto da empresa onde presta serviços. ''É mais fácil de me locomover para os rodeios'', contou.


O gari Jurandir Pereira, contratado para limpar a sujeira deixada pelas animais nas vias públicas, estava animado por participar da cavalgada com vassoura e pá nas mãos. Morador da Zona Rural até os 18 anos, ele disse que já domou um cavalo e, por isso, tem grande intimidade com os equinos. Numa pausa do serviço, ele procurou a reportagem para anunciar a criação de uma quadrinha em homenagem ao evento: ''Vamos participar da cavalgada/no Marco Zero é a largada/e o parque Ney Braga é a chegada/tropeiros e animais fieis/Aqui começa a Expo 2010.''

Segundo o presidente da SRP, Alexandre Lopes Kireeff, a 50 edição do evento deve atingir uma movimentação financeira global de R$ 190 milhões, ficando no mesmo patamar numérico do ano passado. ''Todas as áreas para expositores foram comercializadas.''


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade