Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Entenda!

Com vaga garantida pelo ranking mundial, atleta de Londrina fica fora dos Jogos de Paris

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
10 jul 2024 às 09:45
- Assessoria de Imprensa/Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um dos principais nomes do arremesso do peso do Brasil, a londrinense Livia Avancini, vive um drama às vésperas do início dos Jogos Olímpicos de Paris. Classificada entre as melhores do ranking mundial, a atleta da equipe IPEC Londrina/FEL ficou fora da convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) anunciada na segunda-feira (8). 


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

A justificativa é que Avancini não teria cumprido os protocolos relacionados à realização dos testes antidoping, exigidos pela World Athetics (Associação Internacional de Federações de Atletismo).

Leia mais:

Imagem de destaque
Veja a resenha!

Filme 'O Sequestro do Papa' está em cartaz em cinema de Londrina

Imagem de destaque
Máxima de 26°C

Previsão do tempo: terça-feira será de Sol em Londrina e região

Imagem de destaque
Eventos gratuitos

Violinista italiano se apresenta em dois concertos em Londrina

Imagem de destaque
Refeição completa

Veja o cardápio do Restaurante Popular de Londrina desta terça-feira


Livia Avancini foi vice-campeã da última edição do Troféu Brasil, realizado no fim de junho. É atualmente a terceira colocada do ranking nacional e ocupa a 33ª colocação no ranking mundial. A londrinense soma nove medalhas consecutivas no Troféu Brasil. A única atleta brasileira convocada para os Jogos de Paris no arremesso do peso foi Ana Caroline Miguel, atual líder do ranking nacional. 

Publicidade


Durante a divulgação da relação dos representantes do atletismo brasileiro nas Olimpíadas, o presidente da CBAt, Wlamir Motta Campos, afirmou que Livia e outros dois atletas - Max Batista (marcha atlética) e Igor Gabriel Soares (revezamento 4x 100m) - têm direito em participarem dos Jogos Olímpicos e garantiu que o trio fez ao menos três testes nos últimos meses, a contar de setembro de 2023, no período de 21 dias. 


A alegação da World Athletics é que o período de 21 dias não teria sido respeitado, razão que inviabilizou a convocação dos três atletas. 


"A CBAt recorreu à World Athletics para que esses atletas estivessem elegíveis, para que pudéssemos fazer a convocação hoje, mas houve uma negativa. Então nós iremos recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça, vamos às últimas consequências para assegurar a participação desses atletas”, garantiu o dirigente.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Com vaga garantida pelo ranking mundial, londrinense fica fora dos Jogos de Paris
Lívia Avancini, do arremesso do peso, aguarda recurso da CBAt junto ao CAS e garante que todos os protocolos antidoping foram cumpridos
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade