Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Neste sábado (18)

Concha Acústica recebe ato público contra o abuso sexual de crianças e adolescentes

Redação Bonde com N.Com
16 mai 2024 às 13:30
- Divulgação/CMDCA
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Neste sábado (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, um ato público será promovido na Concha Acústica, a partir das 8h, com programação até as 11h30. 


O objetivo do é prevenir e enfrentar o abuso e a violência sexual contra crianças e adolescentes, protegendo este público, conscientizando e convidando a população a refletir sobre o tema em prol da luta contra todas as formas de exploração que acometem o público infantojuvenil.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para o evento, são esperadas milhares de pessoas, entre aquelas atendidas pelos serviços integrados e políticas públicas no município, profissionais das equipes multidisciplinares de diferentes instituições, além de autoridades locais e o público em geral. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Manutenção na rede

Desligamento de energia afeta abastecimento de água em bairros de Londrina e Cambé nesta quarta-feira

Imagem de destaque
Das 8h às 18h

Obras de ampliação de rede atingem abastecimento de água nesta quinta-feira no distrito de Maravilha em Londrina

Imagem de destaque
8h às 18h

Obras de ampliação de rede afetam abastecimento de água nesta terça-feira no distrito Selva em Londrina

Imagem de destaque
Athis

Entidades de Londrina propõem Lei para melhorar moradias precárias


Está prevista a presença de 1.600 crianças e adolescentes, aproximadamente. Além de fortalecerem a concentração da manifestação e serem protagonistas, eles farão apresentações culturais no palco da Concha Acústica.

Publicidade


A iniciativa é organizada pelo CMDA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), com o apoio do Conselho Tutelar e da Prefeitura de Londrina, por meio da SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) e parceiros como as secretarias municipais de Educação e de Defesa Social, bem como a CMTU (Companhia Municipal de Trânsitação) e Urbaniz, entre outros.


A previsão é que a programação tenha sete instituições como atrações culturais, reunindo momentos de música, teatro, dança e poesia. 

Publicidade


As apresentações foram ensaiadas no decorrer de 2024 e serão feitas pelo Instituto Adama, Instituto União para a Vitória, Associação Guarda Mirim de Londrina, SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos ) Meprovi Pequeninos, Marista Escola Social Irmão Acácio, Escola Manain e Instituto Murialdo – Epesmel.


Todas as atividades realizadas durante o mês de maio giram em torno do 18 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data cujas atividades marcarão o 24º ano de iniciativas referentes a este marco. Essa data está ligada à campanha “Faça Bonito – proteja nossas crianças e adolescentes” e às ações do Maio Laranja.

Publicidade


“Essa manifestação pública já faz parte da cultura londrinense e envolve várias atividades em todos os territórios da cidade, em diferentes dias, fortalecendo tudo o que já é feito durante todo o ano. Nós chamamos a atenção para a data do dia 18, conversamos com as crianças e adolescentes sobre como podemos protegê-los e como eles podem se proteger da violência, sabendo de seus direitos. O ápice do mês de maio ocorre sempre com o ato na Concha Acústica, onde as crianças e adolescentes fazem apresentações preparadas antes e é muito bonito de assistir”, afirmou a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali.


O combate à violência sexual contra esse público, segundo Micali, precisa ser constante, não pode cessar e necessita ter mais visibilidade. 

Publicidade


“Este encontro no dia 18 também é uma forma de celebrar a vida das crianças e adolescentes, é poder ver a vida pulsando e mostrando que precisamos enfrentar esse problema grave, que, vale sempre lembrar, na maior parte das vezes ocorre exatamente dentro dos lares e em ambiente familiar, infelizmente”, ressaltou a secretária.


Imagem
Secretaria de Assistência Social de Rolândia alerta sobre golpes em anúncios de cursos gratuitos
A Secretaria de Assistência Social de Rolândia (região metropolitana de Londrina) alerta sobre notícias falsas e golpes que estão sendo compartilhados pelas redes sociais.


DIVULGAÇÃO AMPLIADA

Publicidade


Antes do ato público principal, na Concha Acústica de Londrina, diversas outras ações vêm sendo realizadas durante esta semana, mobilizando territórios de diferentes regiões da cidade e unidades de atendimento ao público infantojuvenil.


Desde segunda-feira (13), o Calçadão Central é local das atividades de panfletagem e mobilização social que a organização do ato público está fazendo para chamar a atenção das pessoas que circulam pelo local. Os trabalhos estão sendo promovidos diariamente, das 14h às 16h, e vão até esta sexta-feira (17), véspera do ato público do dia 18.

Publicidade


Segundo a secretária executiva do CMDCA, Ruth Piveta, pelo grande volume de gente que passa pelo Calçadão, está sendo possível alcançar um público considerável e sensibilizar as pessoas. “Isso nos permite ampliar a divulgação do ato público e dos serviços feitos em Londrina pelas crianças e adolescentes”, frisou ela.


Algumas das entidades envolvidas nessa ação preparatória são o CEPAS, Epesmel, CIEE, LBV, regionais do Conselho Tutelar, Associação Guarda Mirim, ADRA, Marista Escola Social Irmão Acácio e conselheiros do CMDCA.


Por meio da Rede Intersetorial Sul B, uma série de ações abrangem essa região de Londrina, integrando a mobilização do “Intensivão da Proteção”. Nesta quinta-feira (16), uma programação das 8h30 às 11h, convida a comunidade para um evento especial na Igreja Nova Aliança, localizada na avenida Aristides de Souza Melo, 46, Conjunto São Lourenço.


A agenda inicia com uma apresentação cultural das crianças da SCFV da Pestalozzi, às 8h30, e depois haverá a mesa de abertura, às 8h50. Depois, uma contação de história com o CRAS será feita às 9h15, abordando o livro “O corpo é meu, ninguém põe a mão”. 


Na sequência, às 10h, haverá bate-papo com o Conselho Tutelar, trazendo o tema “Entendendo, prevenindo e buscando ajuda”. E o fechamento irá ocorrer com um momento de confraternização.


Já na sexta-feira (17), das 9h às 11h, o auditório do Colégio Estadual Maria José Balzanelo Aguilera (rua Tarcisa Kikuti, 55) receberá o “Papo reto com a Civil”, que vem com chamada “Bora, se liga, violência e exploração sexual contra crianças e adolescentes é crime”. 


A atividade será conduzida pela delegada Kelly Rocha Azarias Brasil, do NUCRIA (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes), da Polícia Civil, e por Cristina Watarai, psicóloga do mesmo núcleo.


Na próxima semana, dia 21 de maio, ainda será realizada uma outra iniciativa. Trata-se do “Encontro com pais e responsáveis do Colégio Estadual Albino Feijó Sanches”. O trabalho será desenvolvido no auditório da instituição, que fica na rua Jacarezinho, 80, Parque das Indústrias.


BLITZ EDUCATIVA


A conscientização no trânsito também é parte da programação alusiva ao 18 de maio, em prol do combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. Diferentes regiões recebem as atividades desde a última segunda-feira (13), diariamente, até esta quinta (16).


Houve intervenção nesta terça-feira (14), na avenida das Laranjeiras, e quinta-feira (15), nas imediações do Boulevard Shopping. A Rede Leste 4 preparou quatro atividades nos dias 13, 14, 15 e 16 de maio, na UBS Mister Thomas. E as Redes Centro A e Centro B realizaram a blitz educativa hoje pela manhã, na Alameda Miguel Blasi, próximo ao Edifício Júlio Fuganti.


OFICINAS TEMÁTICAS


A Rede Intersetorial de Proteção à Criança e Adolescente Sul B realizará, no dia 16 de maio, uma oficina temática sobre o Dia 18 de Maio com o Movimenta CRAS, na Igreja Nova Aliança, a partir das 9h30.


Já a Rede Intersetorial de Assistência Social Sul A fará três oficinas temáticas sobre proteção das crianças e adolescentes. Os temas serão “Conselho Tutelar: qual o papel do órgão na proteção da criança e adolescente?”; “CREAS: qual o papel na proteção deste público”; e “CRAS: Batalha de rima (adolescentes das oficinas) Teatro do Oprimido”.


As três atividades irão ocorrer, conjuntamente, em três locais: no dia 21 de maio, no Instituto União para a Vitória e no Colégio Estadual Thiago Terra; e no dia 23 de maio, no Colégio Estadual Professor Carlos Augusto Mungo Genez.


Ainda pela Rede Oeste, haverá no dia 16 de maio uma ação comunitária intitulada “Mundo Divertido das Crianças e Adolescentes”, aberto a todas as famílias. O evento será ao lado do CRAS Oeste A, localizado entre as ruas Severino Peba Rolim e Adelina Piqueti Barros. De manhã, a movimentação será das 9h às 11h, e à tarde, das 14h às 16h.


O local receberá apresentações, exposições, comidas e atividades sobre direitos e proteção das crianças e adolescentes.


Imagem
Londrina: Câmara quer saber onde está dinheiro que deveria ter ido para Marco Zero
A Comissão Especial do Marco Zero, criada em agosto de 2023 pela CML (Câmara Municipal de Londrina), reuniu-se nesta quarta-feira (15) com a Procuradoria, Controladoria e servidores da Câmara para examinar uma série de documentos referentes à área de mata
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade