Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Assista ao vídeo

FAB intercepta aeronave com cocaína em Londrina; piloto é preso no interior de SP

Redação Bonde
09 abr 2024 às 19:45
- FAB
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Uma aeronave que saiu do Paraguai foi interceptada pela FAB (Força Aérea Brasileira), na manhã desta terça-feira (9), nas proximidades de Londrina. De acordo com a FAB, a aeronave de modelo Cessna 182 ingressou no espaço aéreo brasileiro sem plano de voo. Neste momento, o avião passou a ser monitorado pelo COMAE (Comando de Operações Aéreas) e pela PF (Polícia Federal). A aeronave foi classificada como suspeita e foi constatado que estava com a matrícula clonada. 


Os pilotos de defesa aérea seguiram os protocolos das Medidas de Policiamento do Espaço Aéreo. Na sequência, foi determinado para a aeronave o pouso obrigatório em Londrina. No entanto, a ordem não foi cumprida e fez um pouso forçado em uma pista de terra nas proximidades de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), por volta das 11h. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade



Durante a ação, a aeronave acabou se quebrando ao meio e a carga ficou espalhada pela pista. Agentes da PF assumiram as Medidas de Controle de Solo e prenderam o piloto e a apreenderam a carga transportada. O avião estava cheio de pasta base de cocaína.

Leia mais:

Imagem de destaque
Patrocínio insuficiente

Associação encerra contrato e FILO 2024 será reagendado para dezembro

Imagem de destaque
"Chuva gerou atrasos"

Reforma do alambrado do Parque Arthur Thomas ganha prazo extra de dois meses

Imagem de destaque
Nesta manhã

Com 5ºC, Londrina registra o dia mais frio do ano nesta quarta-feira

Imagem de destaque
Solidariedade

Rede de mulheres sambistas de Londrina se mobiliza pelo Rio Grande do Sul


A ação dessa terça-feira faz parte da Operação Ostium, interligada ao Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF). O objetivo é coibir ilícitos no espaço aéreo brasileiro, no qual atuam em conjunto a FAB e Órgãos de Segurança Pública.


O Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, comentou sobre o êxito da Operação. “Mais uma vez, o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro mostrou sua eficiência em cumprimento à Operação Ostium, que é justamente encarregada para impedir tráfego ilícito de adentrar ao país. Nesse caso, juntamente com a Polícia Federal, ela foi muito bem conduzida e tivemos o sucesso, que nem sempre será o Tiro de Detenção. O êxito é o impedimento dessa aeronave de prosseguir de forma ilícita”, concluiu o Oficial-General, também Comandante da Aeronáutica em exercício. (Com informações da FAB)

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade