Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Desde 22 de março

Guarda Municipal contabiliza 1.719 denúncias de desrespeito ao decreto da quarentena

Redação Bonde com N.Com
14 abr 2020 às 09:48
- Bruno Amaral/Defesa Social
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

De 22 de março a 12 de abril, a Defesa Social contabilizou 1.482 ligações de denúncias e 237 pedidos de informação, totalizando 1.719 chamadas para verificar estabelecimentos em desacordo com os decretos que estabelecem o regime de quarentena em Londrina.

Desses atendimentos, até o dia 9 de abril foram registrados 430 boletins.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A Guarda Municipal de Londrina tem intensificado a fiscalização aos prestadores de serviços essenciais e nas áreas públicas do município. As ações fazem parte das medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus promovidas pela Prefeitura.

Leia mais:

Imagem de destaque
"Criança não é mãe"

Londrinenses protestam no Calçadão contra PL sobre aborto

Imagem de destaque
Rodovia

Motociclista morre em colisão traseira com BMW na PR-445 em Londrina

Imagem de destaque
Prata

Estudantes londrinenses são premiados em Olimpíada de Tecnologia

Imagem de destaque
Trânsito

Ponte ao lado do parque Arthur Thomas em Londrina será interditada a partir de sábado


Desde a sexta-feira (3), por conta do decreto n. 439/2020, todos os parques, praças, lagos, pistas de caminhada, ciclovias, academias ao ar livre e demais espaços públicos similares existentes em Londrina estão interditados.

Publicidade


De 7 a 12 de abril foram deflagradas algumas operações em estabelecimentos prestadores de serviços essenciais por conta do grande número de denúncias recebidas pela GM e demais órgãos.


Ao todo foram vistoriados 32 locais, sendo que em 13 deles foram constataram irregularidades quanto à aglomeração de pessoas no interior, presença de crianças, não atendimento às medidas de profilaxia e falta de sinalização. Foram lavrados cinco termos de interdição aos estabelecimentos que estavam funcionando em desacordo com os decretos.


A central de comunicação da Guarda Municipal contabilizou que no período de 4 a 12 de abril cerca de 500 pessoas foram orientadas pelos guardas, sobre o decreto 439/2020, nas áreas públicas da cidade.

O município continua em situação de emergência, conforme o decreto 458/2020. O trabalho da fiscalização prossegue até o próximo dia 19 de abril.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade