Pesquisar

Canais

Serviços

- Emerson Dias
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Chegada da Primavera

Londrina celebra o Dia da Árvore com plantio de mudas pela cidade

Redação Bonde com N.com
16 set 2021 às 17:56
Continua depois da publicidade
Com a aproximação primavera, estação mais florida do ano,  Londrina começa a mostrar as cores com os ipês floridos e todas as outras espécies nativas espalhadas pelas ruas do município. Para estimular ainda mais a população a cultivar essas belas árvores, a Prefeitura de Londrina está investindo em diversas ações que celebram o Dia da Árvore. Entre elas, há doação de mudas nativas, plantio de árvores e postagens de fotografias nas redes sociais da Secretaria Municipal do Ambiente (Sema).


Desde o dia 1º de setembro, a Sema recebe imagens de árvores que marcaram a história pessoal, familiar ou comunitária de moradores de Londrina. Com as marcações #arvoredaminhavida e #semalondrina, nas redes sociais, a população está participando da campanha “Árvore da Minha Vida” e resgatando as memórias e os vínculos construídos desde a infância e durante toda vida com as árvores.


A ideia é que as pessoas ajudem a disseminar o carinho e o cuidado com o meio ambiente, especialmente com as árvores, e dessa maneira auxiliem na preservação da natureza. Quem não tiver perfil no Instagram ou no Facebook também pode participar. Basta enviar um e-mail para [email protected], contendo a fotografia, o nome, o telefone e a breve história da árvore ilustrada.

Além dessa campanha, a Sema também tem firmado diversas parcerias com as empresas privadas de Londrina e região visando o plantio de mudas e o reflorestamento de áreas públicas. Os interessados em receber doações de mudas e participar de ações em prol do plantio de árvores podem entrar em contato com os servidores pelo telefone (43) 3372-4750 ou pelo e-mail [email protected] e pelo [email protected]

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Cronograma – Nesta sexta-feira (17), às 8h, está previsto o plantio de 50 mudas de Sibipiruna, árvore nativa da Mata Atlântica, que também é conhecida por Sebipira. A ação será na Avenida Vinicius de Moraes, próxima à PR-445 em parceria com a Transportadora Real 94.

No sábado (18), a partir das 8h, os participantes do Lions Clube de Londrina e Escoteiros Lions vão plantar 30 mudas de Araucária e 20 mudas de árvores de espécies nativas, na Rua Vicente de Carvalho.

Continua depois da publicidade

E no Dia da Árvore, celebrado em 21 de setembro, serão realizadas duas atividades. Uma delas acontecerá das 8h às 18h, quando a empresa de Jardinagem e Paisagismo Campo Art estará no Super Muffato da Avenida Duque de Caxias junto com os servidores municipais da Sema. Eles vão preencher formulários de pessoas interessadas em plantar árvores em calçadas de Londrina. Na mesma ação, com participar poderá ganhar uma muda de árvore ou de tempero em troca da doação de um quilo de alimento não perecível. Os itens arrecadados serão doados para as entidades socioassistenciais de Londrina e região.


No mesmo dia, a partir das 14h, os representantes da Integrada Cooperativa Agroindustrial vão plantar 50 mudas de árvores nativas no fundo de vale do Jardim Vale Verde, que fica entre as Ruas Elias Kalin Youssef e Antonio Belasco, na região sul de Londrina.

Continua depois da publicidade

Por fim, no dia 25 de setembro, às 8h, os participantes do Triolé Palhaçaria vão fazer o plantio de 50 mudas de Ipê Rosa na Avenida dos Expedicionários.


Nas cidades, as árvores garantem mais qualidade de vida para a população, concedem maior conforto térmico e acústico, e auxiliam na manutenção da umidade do ar. Elas são consideradas essenciais ao meio ambiente, visto que filtram o ar, regulam a umidade e a temperatura, retêm a água da chuva no solo e o protegem contra a erosão, além de produzirem flores e frutos.

Além disso, estudos recentes, como da revista Health & Place, têm mostrado que elas oferecem benefícios psicológicos ao aumentarem a sensação de bem-estar e relaxamento. “Considerando a crise hídrica, as mudanças climáticas, as grandes áreas de vegetação sucumbindo ao fogo, e os efeitos emocionais da pandemia, que estamos vivenciando, talvez nunca tenha sido tão significativo realçar a importância das árvores para a saúde pública”, disse a gerente de Educação Ambiental da Sema, Mariza Pissinati.

Continue lendo